Buscar por notícias

Calendário de Notícias

Dezembro 2018
S T Q Q S S D
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
 

Notícias do TJGO

Diretora do foro discute com magistrados e servidores implantação do Programa Amparando Filhos

Reunião no fórum cívelA juíza Maria Socorro de Sousa Afonso e Silva, diretora do Foro da comarca de Goiânia e coordenadora da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), se reuniu, na terça-feira (6), com magistrados e servidores da capital para discutir e alinhar estratégias de como se dará a implantação do Programa Amparando Filhos na comarca de Goiânia. 

Na reunião, foram abordados e discutidos vários pontos, dentre eles a criação de um espaço humanizado dentro do complexo prisional feminino de Aparecida de Goiânia para que as mulheres possam receber a visita de seus filhos de uma forma mais humanizada; a elaboração de um planejamento detalhado do funcionamento e a apresentação de uma proposta.

“Primeiro precisamos construir a casa. Depois pensarmos nos moradores dela”, comentou a juíza Maria Socorro. Segundo ela, um dos principais pontos a serem analisados é a necessidade de encaminhamento das crianças na organização de suas vidas, seja para terem um documento, uma vacina, uma matrícula na escola.

O Programa Amparando Filhos surgiu da necessidade de aproximação do Poder Judiciário com situações latentes de incertezas relacionadas aos filhos de mães presas, observando-se a situação e condição social dos filhos de mulheres em cumprimento de pena privativa de liberdade, provisória e/ou definitiva em regime fechado nos presídios.

Em Goiânia a execução do programa está sob a responsabilidade da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Goiás, Secretaria de Gestão Estratégica do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, Juizado da Infância e Juventude de Goiânia, Sistema de Garantia de Direitos da Criança e Adolescente, Superintendência de Reintegração Social, Sociedade Civil Organizada, em função de possuir uma demanda maior que das demais comarcas.

Participaram da reunião, Telma Aparecida Alves, da 1ª Vara de Execuções Penais de Goiânia; Wanessa Rezende Fuso Brom, da 2ª Vara de Execuções Penais de Goiânia (VEP); Lívia Regina F. Silva Lim,a do Juizado da Infância e Juventude; Paulo Marques Barbosa Júnior, do Juizado da Infância e Juventude; Nilvânia Maria Cavalvante, da Secretaria de Gestão Estratégica; Eunice Machado Nogueira, da Diretoria de Planejamento da Secretaria de Gestão Estratégica; Carla de Paiva Rodrigues, da Secretaria Executiva da Coordenadoria de Infância e Juventude; Edivânia Freitas, do Juizado da Infância e Juventude e Sylmara Spenciere, do Juizado da Infância e Juventude. (Texto e foto: Mariana Hipólito / Carla Thamyres – Assessora de Imprensa da Diretoria do Foro da Comarca de Goiânia)