Buscar por notícias

Calendário de Notícias

Setembro 2018
S T Q Q S S D
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
 

Notícias do TJGO

Ejug: realizada etapa presencial do Curso Processo Penal

A Escola Judicial de Goiás (Ejug) realizou, nesta quarta-feira (13), a etapa presencial do Módulo II do Curso Processo Penal. Em parceria com a Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás (Esmeg), as aulas acontecem durante todo o dia de hoje e amanhã (14). Nelas estão sendo abordadas atualizações em Infância e Juventude.

Antes da primeira aula sobre Prova Pericial, ministrada pela superintendente de Polícia Técnico-Científica, Rejane da Silva Sena Barcelos, houve a abertura do evento. Clauber Costa Abreu, juiz auxiliar da Presidência do TJGO e vice-presidente da Ejug, que representou o desembargador Gerson Santana Cintra, diretor da Escola Judicial, agradeceu a presença de todos e deu boas vindas aos participantes. Apesar da Ejug ter ainda pouco tempo de existência, ele acredita que o curso será produtivo para todos. “Nossa escola ainda é embrionária. Só agora passamos a ter um espaço físico. Tenho certeza que essas parcerias, tanto com a Esmeg quanto com outras instituições, produzirão frutos férteis e resultarão no fortalecimento das nossas próprias instituições”, salientou.

Para o corregedor-geral da Justiça de Goiás, desembargador Walter Carlos Lemes, essa interligação do Judiciário com a segurança pública é essencial para o Judiciário. “Em Goiás, estamos vivenciando uma perfeita harmonia entre Judiciário, Ministério Público e Segurança Pública do Estado, o que é necessário nesse momento porque temos que nos reunir e achar soluções adequadas para o combate da criminalidade. Acredito que com uma melhor qualificação a solução virá de forma mais rápida e ágil”, frisou.

A juíza auxiliar da corregedoria, Sirlei Martins da Costa, afirmou que o objetivo do curso é exatamente atender aos magistrados naquilo que são demandados no dia a dia, nas angústias de quem está na área penal e processo penal. “Outro fato que nos levou a colocar a questão da perícia foi a interlocução que a Corregedoria fez com a doutora Rejane. Ela nos mostrou o que a Polícia Técnico-Científica tem a oferecer para o Judiciário em termos de perícia. Quando eu e Maria Cristina fomos conhecer a superintendência nos ficamos surpresos e pensamos: se nós estamos aqui e não sabemos imagina quantos juízes também não devem saber?”, questionou. Além disso, ela destacou que será profícua essa interação, o que torna o processo penal mais eficiente.

O secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP-GO), Irapuan Costa Júnior, disse que o curso visa principalmente dar uma ferramenta a mais aos juízes para que possam julgar os casos que chegam até eles. “A ideia é munir os juízes de meios mais efetivos para desvendar algumas questões que podem parecer obscuras no decorrer do processo criminal. São recursos que estão inteiramente à disposição do Judiciário. Todos nós atuamos juntos para que a sociedade goiana tenha mais segurança”, enfatizou. “É o que eu sempre digo, a Justiça goiana é uma das melhores do nosso País”, finalizou.

Além dos juízes, servidores e policiais civis, os juízes auxiliares da Presidência Maria Cristina e Romério do Carmo Cordeiro também estiveram presentes ao evento. (Texto: Arianne Lopes / Fotos: Aline Caetano – Centro de Comunicação Social do TJGO)