Buscar por notícias

Calendário de Notícias

Dezembro 2018
S T Q Q S S D
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
 

Notícias do TJGO

Cármen Lúcia e presidente do TJGO participam de evento de destruição de armas no Exército


A ministra Cármen Lúcia, presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Supremo Tribunal Federal (STF), em visita à comarca de Goiânia nesta sexta-feira (9), compareceu ao Comando de Operações Especiais do Exército Brasileiro, junto ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho, e do governador do Estado de Goiás, Marconi Perillo, para assistir ao evento de destruição de armas apreendidas, que estavam em poder do Judiciário goiano.

O TJGO enviou ao Exército, somente neste mês, 25.039 armas, o equivalente a 96% do acervo de armas de fogo guardadas pelo Judiciário. As que não foram enviadas para destruição são revólveres, pistolas e similares que ainda estão ligados a processos judiciais ainda em tramitação. Além delas, parte das armas foi selecionada para doação às Polícias Civil e Militar e Guarda Municipal, levando em consideração sua funcionalidade e estado de conservação. No evento, foram destruídos 3.249 equipamentos.

Remessa ao Exército

09-02-visitaministraexercito01Esta foi a maior entrega de armas destinada a destruição já registrada no Brasil. De acordo com Ewerton Santana Pereira, chefe do serviço de fiscalização de produtos controlados do Exército Brasileiro, o restante do armamento entregue pelo Judiciário deve ser destruído até o final de fevereiro. No Exército, as armas serão inutilizadas por um rolo compressor e, em seguida, os rejeitos gerados serão separados para derretimento em uma siderúrgica.

"Essa atividade que foi realizada, o recolhimento das armas, é fruto de uma cooperação técnica entre o Exército, o TJGO e o CNJ. Houve um esforço muito grande por parte do TJGO e do Comando de Operação Especiais em receber essas armas. Elas foram entregues em cerca de duas semanas e estão, agora, guardadas aguardando o momento correto para serem destruídas", explicou Ewerton Santana.

Também estiveram presentes no encontro, o corregedor-geral da Justiça, desembargador Walter Carlos Lemes; o vice-governador do Estado de Goiás José Eliton de Figuerêdo Júnior; o secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás, Ricardo Balestreri; o procurador-geral de Justiça do Estado de Goiás, Benedito Torres Neto; e os generais de brigada do Exército, Ivan Ferreira Neiva Filho, João Denison Maia Correia e Sérgio Schwingel.

09-formosaFormosa

O desembargador Gilberto Marques Filho e a ministra Cármen Lúcia, participaram mais cedo, também nesta sexta-feira, da inauguração do novo Presídio Estadual de Formosa, que possui capacidade para 300 reeducandos. Na solenidade, o governador do Estado, Marconi Perillo, anunciou a desativação do atual presídio, conhecido como Cadeião, e informou que todos os presos que cumpriam suas penas ali serão transferidos para o novo prédio. (Texto: Gustavo Paiva /Fotos: Aline Caetano - Centro de Comunicação Social do TJGO, Sd Correia e Wildes Barbosa)

Galeria de fotos: