Buscar por notícias

Calendário de Notícias

Dezembro 2017
S T Q Q S S D
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
 

Notícias do TJGO

Após resultados efetivos na Corregedoria, diretor de TI é convidado para ministrar palestra na UFG

Palestra - corregedoriaA  importância do emprego da Tecnologia da Informação (TI) como suporte no processo de tomada de decisões pelos gestores frente às organizações, especialmente na administração pública, é uma realidade contínua. Preocupada com as mudanças ocorridas nesse âmbito ao longo dos anos no que tange ao Poder Judiciário, a Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás (CGJGO), sentindo a necessidade de modernizar seus processos e selecionar novas tecnologias, fazendo com que, dessa forma, produção e tecnologia sejam equivalentes às demandas, tem investido na qualificação dos profissionais dessa área, onde tem sido encontradas as respostas para esse grande desafio que é tomar decisões acertadas e ter produtividade máxima com menor custo e tempo. 

Como reflexo positivo dessa iniciativa, o diretor de Tecnologia da Informação da CGJGO, Domingos da Silva Chaves Júnior, foi um dos convidados especiais do 3º Encontro Nacional de Gestão, Políticas e Tecnologias da Informação (ENGI), evento no qual ministrou palestra nesta quinta-feira (30) sobre o tema Gestão da Informação no Processo de Tomada de Decisão. O encontro foi realizado na Universidade Federal de Goiás (UFG) e reuniu vários profissionais e palestrantes de peso da administração pública e do setor de tecnologia da informação.

“A gestão da informação é um processo que consiste nas atividades de busca, identificação, classificação, processamento, armazenamento e disseminação de informações, que são geradas a partir dos dados armazenados pelos sistemas computacionais e objetiva auxiliar os gestores a tomarem decisões. Temos desenvolvido sistemas inovadores com resultados muito satisfatórios na Corregedoria graças a visão moderna do atual corregedor-geral da Justiça, desembargador Walter Carlos Lemes, sempre atento e aberto aos novos conceitos de gestão, política e tecnologia, bem como do juiz Cláudio Henrique de Araújo Castro, responsável por esse setor na CGJGO”, acentuou.

Na opinião de Domingos Chaves, para se chegar a esse patamar é necessário preparo das estruturas organizacionais de forma estudada e planejada, bem como, da cultura e dos procedimentos, que gerem hábitos capazes de modificar as atitudes dos gestores. “Os gestores devem ser capazes de entender e dar continuidade ao processo na tomada de decisões. A TI transforma, organiza e disciplina os valores sociais”, explica.

Desafios e o ENGI

O grande desafio para o sucesso nessa seara, segundo o diretor de TI da Corregedoria, é trabalhar adequadamente as informações. “É necessário analisar a capacidade de inovações tecnológicas relacionadas às informações para gestão. O excesso de informação disponível pode dificultar decidir o que é relevante. É preciso considerar a necessidade de decisões cada vez mais rápidas. No Poder Judiciário, esse contexto não é diferente. Compreender a funcionalidade de seus recursos tecnológicos no processamento de informações com segurança, eficácia e efetividade, é a chave para o sucesso”, ressaltou.

O Encontro Nacional de Gestão, Políticas e Tecnologias da Informação (ENGI) é um evento científico promovido pelo Núcleo de Pesquisas em Gestão, Políticas e Tecnologias de Informação (NGPTI) da Universidade federal de Goiás (UFG) e tem como objetivo principal reunir pessoas, estimular a troca de conhecimentos e a prática da reflexão coletiva. (Texto: Myrelle Motta - assessoria de imprensa da Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás)