Buscar por notícias

Calendário de Notícias

Junho 2018
S T Q Q S S D
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 1
 

Notícias do TJGO

Tribunal de Justiça devolve armas à Polícia Militar de Goiás

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho, procedeu nesta sexta-feira (8) a devolução de 69 armas da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) ao secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSPGO), Irapuan Costa Júnior. Este é o segundo repasse feito na atual administração de armas apreendidas pelo Judiciário goiano e que fazem parte de processos judiciais relacionados às corporações de segurança pública. 

À oportunidade, Gilberto Maques Filho salientou a satisfação em receber, na Presidência do TJGO, o secretário de Segurança Pública, “nosso ex-governador” e também em poder contribuir na devolução dessas armas a quem é de direito. “A sociedade não pode aceitar que o policial esteja nas ruas sem a sua arma para a defesa da sociedade. De forma que o Poder Judiciário sob o nosso comando é parceiro contante da Secretaria de Segurança Pública e ela também tem sido parceira, especialmente agora, na atual gestão”, afirmou o desembargador. Para ele, essa parceria é importante, “uma vez que quem sai ganhando é a comunidade”.

Por sua vez, Irapuan Costa Júnior agradeceu ao presidente do TJGO pela parceria. “Ele tomou as providências para que pudesse cobrir essa lacuna e é essa boa vontade que nunca nos faltou desde o primeiro dia que nós entramos na segurança pública, por parte do presidente do Tribunal".

A solenidade de entrega das armas à PM foi acompanhada pelo presidente da Comissão de Permanente de Segurança do TJGO, desembargador Itamar de Lima, que informou que enviará ofícios aos juízes em busca de mais armas que eram de propriedade das polícias e que possam ser utilizadas pelos policiais. Segundo informou o assessor militar do TJGO, coronel Wellington de Urzeda Mota, estas 69 armas entregues estão vinculadas a processos em andamento, “mas os magistrados têm se mostrados sensíveis em devolvê-las, para ajudar no combate ao crime em Goiás”. Conforme explicou o assessor militar, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás (CGJGO) permitem que estas armas, mesmo no curso do processo, sejam devolvidas e requeridas pelo juiz a qualquer momento. 

Todas essas 69 armas estão em perfeitas condições de uso e foram apreendidas em confronto policial. O lote está subdividido em quatro revólveres, sete fuzis, 57 pistolas e uma submetralhadora. De acordo com o sargento Leonardo Carvalho, da Assessoria Militar do TJGO, em todas as ações de confronto com armas de fogo, estas são recolhidas dos envolvidos para perícia e depositadas junto ao Judiciário.

Também marcaram presença neste ato, o presidente da Associação dos Magistrados de Goiás (Asmego), juiz Wilton Müller; Chefes da Divisão de Material Bélico da PM, tenente coronel Edson Rodrigues, e da Seção de Manutenção de Armamento da PM, tenente Edvaldo Soares; major Thiago Abdala de Morais e major Pedro Henrique Batista, da SSPGO. (Texto:Lílian de França/Fotos:Wendel Reis- Centro de Comunicação Social do TJGO)