Calendário de Notícias

Setembro 2018
S T Q Q S S D
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
 

Notícias do TJGO

Comarca de Panamá está sem internet e telefone nesta segunda-feira, 17

Em razão de uma forte chuva, a comarca de Panamá está sem telefone e sem internet. Os técnicos responsáveis já foram acionados e as medidas necessárias já estão sendo tomadas, mas não há previsão de quando o serviço será reestabelecido.

Presidente do TJGO recebe título de Cidadão Palmeirense

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho, recebeu, nesta sexta-feira (14), o Título de Cidadão Palmeirense. A sessão solene de outorga ocorreu na Câmara Municipal de Palmeiras de Goiás. Os vereadores Laudimar Rodrigues e Edivalci de Sousa foram os autores da propositura.

O desembargador-presidente não escondeu a emoção ao receber o título. Ele falou de sua trajetória e sobre o vínculo que tem com a cidade. “Aqui é um lugar em que estive sempre presente, desde criança. Tenho amigos e um carinho grande por Palmeiras. Aqui é um lugar que sempre estive. Portanto, é uma honra e espero fazer por merecer esse título que recebo. Não tenho palavras para expressar a emoção que estou sentindo”, ressaltou. Ele frisou que apesar de 43 anos de magistratura, momentos como esse o deixa muito feliz. “Obrigada pela oportunidade de ser conterrâneo de todos vocês”, disse.

O diretor do Foro da comarca de Palmeiras, juiz José Cássio de Sousa Freitas, falou um pouco sobre a trajetória do presidente do TJGO. “Falar do desembargador é de muita responsabilidade, mas também de muito orgulho para mim”, começou. Segundo ele, a magistratura do estado de Goiás tem na figura do desembargador Gilberto Marques Filho um homem que tem trabalhado muito pela melhoria dos serviços judiciais. “Fico imensamente feliz e honrado em tê-lo na nossa casa. Sempre digo que o título de cidadão é revestido de uma simbologia ímpar, pois é o momento em que a terra escolhe a pessoa como filho. Fico muito feliz em ter o senhor como cidadão palmeirense e agora posso dizer de coração que o senhor é nosso irmão conterrâneo”, finalizou.

Já o vereador Laudimar Rodrigues afirmou que o "momento é motivo de grande alegria para todos vereadores. Manifesto a nossa gratidão e satisfação que vem de encontro a esse cidadão ilustre que vem conduzindo o Poder Judiciário da melhor forma possível. Sabemos do esmero que o senhor tem com a Justiça goiana. Agora temos uma pessoa ilustre como cidadão palmeirense”, destacou.

Também estiveram presentes na solenidade o ouvidor do Poder Judiciário, desembargador Itamar de Lima; os desembargadores Jeová Sardinha de Moraes e Norival de Castro Santomé; a esposa do presidente do TJGO, Rubineia Alves Marques, que também foi homenageada; o prefeito Vando Vítor Alves; Jonathas Silva, assessor especial do governador, que representou José Eliton; o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, deputado deputado José Vitti; o presidente da Câmara Municipal de Palmeiras, Murillo Rodrigues dos Santos; Meiri Nogueira Ferreira de Abreu, presidente da subseção da OAB de Palmeiras de Goiás; o deputado estadual Waguinho. (Texto: Arianne Lopes / Fotos: Aline Caetano - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Veja a galeria de fotos

Reunião avalia aspectos para implantação do processo criminal digital no Estado

A presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) realizou nesta sexta-feira (14) uma reunião para identificar problemas e propor melhorias quanto à metodologia de implantação do processo criminal digital. A iniciativa está funcionando como projeto-piloto na cidade de Goiás e servirá de modelo às demais comarcas.

Leia mais...

BNMP 2.0 oferece acesso ao público

BNMPO Banco Nacional de Monitoramento de Prisões – BNMP 2.0 está disponível para acesso ao público em geral a partir deste mês. A novidade está disposta na Resolução n. 251/2018, editada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no dia 4 deste mês.

Leia mais...

Magistrados participam de curso presencial de atualização na área da Infância e Juventude

MLV 7126A Escola Judicial de Goiás (Ejug), em parceria com a Corregedoria-Geral da Justiça (CGJGO), promoveu, nesta sexta-feira (14), das 9 às 18 horas, a Etapa Presencial do Módulo II do Curso de Atualização na área da Infância e Juventude. O encontro teve como público alvo magistrados que atuam nesse segmento nas comarcas de Goiânia e no interior do Estado de Goiás. O curso foi realizado na Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás (Esmeg), situada na Rua 72, nº 192, no Setor Jardim Goiás, em Goiânia.

Leia mais...

9º Encontro Regional promove troca de experiências e reúne magistrados de Itumbiara e região

43753236675 2270759439 zDando sequência à 9ª edição do Projeto Regional da Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás, que teve início ontem (13) em Itumbiara com uma reunião entre equipes do órgão e delegatários das serventias extrajudiciais locais, além da realização dos cursos de Processo Judicial Didital (PJD), Contadoria e Excepenweb para os servidores da 4ª Região Judiciária, o juiz Cláudio Henrique Araújo de Castro, representando o corregedor-geral da Justiça, desembargador Walter Carlos Lemes, abriu pela manhã, no Auditório do Tribunal do Júri, a audiência interna promovida com magistrados da comarca e região.

Leia mais...

Fórum Cível de Goiânia recebe novos estagiários

fotoNa tarde desta sexta-feira (14), o Fórum Cível recebeu 58 novos estagiários, que irão atuar no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Na recepção, foi realizado um mini-curso para apresentação das normas de estágio, regras para o registro de ponto, faltas e as principais orientações que são necessárias para a atuação dos novos estagiários.

Leia mais...

Transportadora vai indenizar família pela morte de criança atropelada por caminhão

Bitrem-Graneleiro-Randon-RA  Transportadora Caibiense Ltda. foi condenada a pagar indenização por danos morais e pensão mensal à mãe de um criança de 10 anos, que  faleceu em razão de um acidente ocasionado por um caminhão Bi-Trem da empresa, e que estava sob a direção de outra criança, também de 10 anos. De igual modo, os três irmãos da vítima, menores, foram contemplados na sentença proferida pelo juiz Rui Carlos de Faria, da comarca de Mineiros.

Leia mais...

Prorrogada a suspensão do atendimento ao público na 1ª Vara de Família e Sucessões de Aparecida de Goiânia

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho, prorrogou, por meio do Decreto Judiciário n° 1408/2018, a suspensão do atendimento ao público e os prazos processuais, apenas dos autos físicos, na 1ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Aparecida de Goiânia. A suspensão vai do período de 15 de setembro a 14 de outubro e tem por objetivo dar continuidade ao trabalho de digitalização do acervo judicial da unidade.

Leia mais...

Nupemec solicita que comarcas informem estimativas para a Semana Nacional da Conciliação

Conciliar 1A Semana Nacional de Conciliação de 2018 será realizada entre os dias 5 e 9 de novembro. A juíza substituta em 2º grau e coordenadora do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), Doraci Lamar Rosa de Andrade Silva, assinou Ofício Circular solicitando a adesão dos magistrados ao evento, até o dia 30.

Leia mais...

Concedida aposentadoria para servidora da comarca de Posse

A Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) concedeu aposentadoria voluntária à servidora Evangelista Ramos de Oliveira, da comarca de Posse, no cargo de Escrevente Judiciário II, do Quadro Único de Pessoal do Poder Judiciário do Estado de Goiás. O benefício foi concedido pelo Decreto Judiciário nº 1406/2018, publicado nesta sexta-feira (14), no Diário da Justiça Eletrônico. (Texto:Lílian de França – Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fórum de Cavalcante está sem energia elétrica

O fórum da comarca de Cavalcante está sem energia elétrica nesta sexta-feira (14) e ainda não há previsão para normalização do serviço. 

Bancos terão de pagar R$ 2 mi por dano moral coletivo por tempo de espera excessivo em fila

istock 22146873 smallO Bradesco S/A  e o Banco do Brasil foram condenados a pagar R$ 1 milhão cada um a título de dano moral coletivo devido a má prestação de serviço em Catalão. A decisão é do juiz da 2ª Vara da comarca local, Marcus Vinícius Ayres Barreto. Contra as instituições bancárias foram propostas duas ações civis públicas separadamente pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Catalão com o propósito de obrigar a instituição bancária a cumprir o dever de assegurar a qualidade do serviço oferecido aos usários.

Leia mais...

Corregedoria reforça papel de orientação durante integração com cartorários do Extrajudicial

foto matéria myUm papel facilitador para alcançar uma Justiça mais célere, eficaz e de qualidade, pautado essencialmente pela orientação, pela gestão e pela promoção de uma integração harmônica entre magistrados, servidores, cartorários dos serviços extrajudiciais e cidadãos em geral. Essa nova roupagem adotada pela Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás (CGJGO) na atual gestão, comandada pelo desembargador Walter Carlos Lemes, a exemplo das mudanças que vem ocorrendo com órgãos correicionais de todo o País, é refletida especialmente durante as reuniões promovidas com os respondentes das serventias extrajudiciais durante a realização do Projeto Encontro Regional. 

Leia mais...

Reestruturação judiciária: 19 novas unidades serão implantadas já no próximo mês

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) vai instalar, no mês de outubro, 19 novas unidades judiciárias, contemplando 11 comarcas. A iniciativa faz parte do plano de reestruturação judiciária, disposto na Lei 20.254/18, que trata, entre vários pontos, da criação total de 33 novas varas com competências diversas, além de juizados especiais da mulher e de combate ao crime organizado.

Leia mais...

Imóvel que não exerce atividades agropecuárias não pode ser considerado rural

cerca 2Os membros da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) seguiram, por unanimidade, o voto do relator, desembargador Gerson Santana Cintra, para reformar sentença da 8ª Vara Cível de Goiânia e determinar a divisão de um imóvel, em área rural, adquirida por um casal. O magistrado entendeu que uma área, mesmo que em zona rural, sem atividades agrícola, pecuária ou agroindustrial, não pode ser considerada rural.

Leia mais...