Apresentação

Motivados pelo estabelecimento da Meta 2 em 2010, pelo Conselho Nacional de Justiça, que previa o julgamento de todas as ações penais, com competência do Tribunal do Júri, distribuídas até 31/12/2007, o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás e a Corregedoria Geral da Justiça desenvolvem ações para o cumprimento integral da referida meta. Meta essa que foi encampada pela Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (ENASP) que, além de adotar a mesma meta estabelecida pelo CNJ, estabeleceu ainda que as ações penais distribuídas até 31/12/2008 deveriam superar a fase de pronúncia.

Não apenas pelo cumprimento da meta em si, mas pela importância que os Tribunais do Júri têm para a sociedade. É sabido que grande parcela da sensação de “falta de justiça” provem da morosidade de resposta à crimes chocantes como os homicídios dolosos, que fato esse que vem a ser combatido diretamente pelos Tribunais Estaduais ao encampar a meta estabelecida pelo CNJ.

Para contribuir para o alcance da referida meta e gerar conhecimento para enfrentamento ao problema, foi realizado no ano de 2011, um projeto piloto de mutirão do Tribunal do Júri, com a previsão de realização de 95 júris, em 10 dias que culminou com a realização de 90% das seções programas.

Tal feito foi motivador do presente projeto, que pretende expandir a atuação para as Comarcas do interior, ao mesmo tempo em que gera informações para o entendimento da situação e adoções de medidas futuras para evitar o acúmulo de processos com falta de julgamento.

 

Objetivo Geral

Promover o julgamento das ações penais mais antigas submetidas ao Tribunal do Júri, sobretudo os de homicídio doloso.
 

Objetivos Específicos

Julgar as ações penais ajuizadas até 31/12/2007.

Alcançar a fase de pronúncia nas ações penais por crime de homicídio, ajuizadas até 31/12/2008.

 

Alinhamento Estratégico

O projeto para a realização do Mutirão do Júri nas Comarcas do Interior está alinhado com as diretrizes estratégicas do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás constantes do Plano Estratégico 2011/2013, sendo associada às seguintes metas:

Meta 1 – Reduzir para 57,5% a taxa de congestionamento do Judiciário goiano;

Meta 2 – Julgar quantidade igual à de processos de conhecimento distribuídos ao longo do ano e parcela do estoque;

Meta 10 – Reduzir em 10% o tempo de tramitação dos processos judiciais.

O supramencionado projeto ainda está alinhado com as seguintes metas da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (ENASP):

Meta 3 – Alcançar a fase de pronúncia em todas as ações penais por crime de homicídio ajuizadas até 31/12/2008;

Meta 4 – Julgar as ações penais relativas a homicídio doloso distribuídas até 31/12/2007.

Em tempo, o projeto é relacionado com a seguinte meta estabelecida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ):

Meta 2 (2009/2010) – Julgar todos os processos de conhecimento de competência do Tribunal do Júri, distribuídos até 31/12/2007.

Planejamento Estratégico

Sobre o planejamento
Metodologia
Diretoria de Planejamento - DP
Diretoria de Gestão da Qualidade - DGQ
Diretoria de Gestão da Informação - DGI
Planos Acessórios
 

 

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás
©2014  Portal da Estratégia - SGE
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 

Projetos em Execução

Acompanhamentos

RAE - Reunião de Avaliação da Estratégia
Resultados Plano de Gestão (curto prazo)
Resultados Plano Estratégico (longo prazo)
Gestão das Metas Nacionais

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Blue Red Oranges Green Purple Pink

Body

Background Color
Text Color

Header

Background Color

Footer

Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Direction