Hospital é condenado por amputar dedo de paciente sem consentimento

O Hospital Municipal de Doverlândia foi condenado a indenizar em R$ 32 mil, por danos morais e estéticos, um homem que teve o dedo indicador amputado durante atendimento. A vítima havia sofrido acidente de motocicleta e, como estava inconsciente, não autorizou o procedimento cirúrgico. A decisão monocrática é do juiz substituto em segundo grau Maurício Porfírio Rosa (foto).

Leia mais...
 
 

Estado terá de reformar Centro de Internação de Adolescentes

131113O Estado de Goiás terá de reformar, em 30 dias, os alojamentos especial e extraordinário do Centro de Internação de Adolescentes (CIA) de Goiânia para atender as adequações apontadas pelo Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde. A decisão é da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) que, à unanimidade de votos, manteve decisão monocrática que endossou decisão da juíza do Juizado da Infância e Juventude da capital, Mônica Neves Soares Gioia. O relator do processo foi o desembargador Francisco Vildon José Valente (foto).

Leia mais...