A Comissão Permanente de Avaliação Documental do Tribunal de Justiça de Goiás (CPAD-TJGO), presidida pela desembargadora Carmecy Rosa Maria Alves de Oliveira e com apoio da Diretoria de Gestão da Qualidade da Secretaria de Gestão Estratégica (SGE), ofereceu, durante a semana de 22 a 26 de abril, suporte e orientação para os servidores executarem o descarte de processos judiciais na comarca de Rio Verde. A ação foi orientada pelas arquivistas Lara Lins e Isabella Félix Lima, que informaram sobre a legislação arquivística e os procedimentos práticos, conforme tabela de temporalidade do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), instituída pela Resolução nº 005/2013, do Órgão Especial do TJGO.

A Diretoria do Foro da comarca de Goiânia realizou na manhã desta sexta-feira (21) o descarte de 33 mil processos judiciais que estavam guardados no Depósito Público da comarca de Goiânia, localizado no Parque das Laranjeiras. O evento foi realizado pela Comissão Permanente de Avaliação Documental (CPAD), pela Diretoria do Foro e pela Secretaria de Gestão Estratégica.

A comarca de Aparecida de Goiânia realiza nesta terça-feira (4) o descarte seguro de 13.534 mil processos judiciais da 4ª Vara Criminal e do 1º Juizado Especial Criminal. A ação é organizada pela Comissão Permanente de Avaliação Documental (CPAD) e conta com o apoio de Secretaria de Gestão Estratégica (SGE), sob orientação da Divisão de Gestão Documental da Corregedoria Geral da Justiça do Estado de Goiás (CGJGO).

A comarca de Luziânia realizou nesta quinta-feira (22) o segundo descarte seguro de processos judiciais, de acordo o regulamento aprovado pela Comissão Permanente de Avaliação Documental (CPAD) do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. Foram eliminados 1.124 autos da Fazenda Pública Municipal e 9.020 do Juizado Especial Cível e Criminal, avaliados e classificados de acordo com as tabelas de temporalidade.

A comarca de Itapuranga está recebendo desde ontem (29) treinamento em organização de arquivos para a implantação do Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário (Proname). A iniciativa, que prossegue até esta sexta-feira (31), é da Comissão Permanente de Avaliação Documental (CPAD) do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), sob a presidência da desembargadora Carmecy Rosa Maria Alves de Oliveira, em parceria com a Corregedoria Geral da Justiça do Estado de Goiás (CGJGO), Secretaria de Gestão Estratégica (SGE), e conta com o apoio e a colaboração da diretora do Foro local, juíza Julyane Neves.

Fale conosco sobre esta página