A criação de um marcador eletrônico para baixar de maneria mais célere os processos acordados na Semana Nacional de Conciliação (SNC) foi um dos tópicos da 1ª reunião de trabalho para definir estratégias e planos gerais para a 13ª edição do evento, organizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Este ano, a Semana será realizada de 5 a 9 de novembro.

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) realizou, no mês de julho, 14.044 audiências de conciliação em todo o Estado, movimentando R$ 30.572.181,00 em acordos. Somente na comarca de Goiânia foram realizados 542 acordos, totalizando um valor de R$ 13.144.818,00. Os dados foram divulgados pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec). (Texto: Gustavo Paiva - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Conciliar 1O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) definiu a data para a realização da 13ª Semana Nacional da Conciliação entre os dias 5 a 9 de novembro. O evento acontece em todos os Tribunais Estaduais, Federais e do Trabalho do país e busca viabilizar a cultura da paz e do diálogo para buscar soluções alternativas aos conflitos apresentados à Justiça em todo o país.

JGA Justiça Móvel de Trânsito atendeu em Goiânia 553 acidentes de trânsito no mês de julho, alcançando 492 acordos, o que corresponde a 91%. A informação é do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Os atendimentos foram feitos nas cidades de Goiânia, Anápolis, Itumbiara, Goianésia e Uruaçu.

A fim de propiciar apoio aos familiares das vítimas de homicídios, bem como minimizar a sensação de insegurança social, a comarca de Luziânia começa nesta sexta-feira (13) o projeto “Famílias Interrompidas”. Para inaugurar o círculo, participam os parentes dos seis meninos assassinados pelo pedreiro Admar de Jesus Santos, em 2010, em série de crimes que chocou o País.

Fale conosco sobre esta página