A Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás (CGJGO) já alcançou a Meta 15 de seu Plano de Gestão para o biênio 2012/2013, consistente em reduzir em 10% o tempo médio de tramitação de seus processos administrativos.

Em 2011, a média era de 66 dias, mas análise realizada em agosto último constatou que esse número caiu para 41 dias, o que indica redução de 38%.  De acordo com a corregedora-geral da Justiça, desembargadora Beatriz Figueiredo Franco, entre os projetos estratégicos da instituição que contribuíram para o cumprimento da meta estão o Gestão por Processo e a Digitalização do Acervo Documental.

 

Ferramenta de gerenciamento, a Gestão por Processo se caracteriza pela identificação, mapeamento dos procedimentos de trabalho adotados por uma determinada área e, após análise, introdução de novos fluxos, que já são desenhados com perspectiva de atualização, sempre que necessária. O projeto-piloto foi implantado com sucesso na Secretaria Executiva da CGJGO, no primeiro semestre, e em seguida estendido às demais áreas do órgão.

Já para a Digitalização do Acervo Documental, a Corregedoria envolveu  o trabalho, inclusive no período noturno, de grupo de servidores do órgão que havia digitalizado, ao final da primeira etapa do programa, 354 arquivos datados de 1978 a 2010, contendo livros e pastas, 270 deles oriundos da Secretaria Executiva da Corregedoria e outros 84, da Assessoria de Orientação e Correição. “Esse projeto contribuiu enormemente para a celeridade das atividades porque, uma vez localizados os procedimentos com muito mais facilidade, já que estão digitalizados, passamos imediatamente para outra fase”, analisa a corregedora-geral.

O projeto consiste em realizar o levantamento do acervo documental presente na sede da Corregedoria, digitalizá-los em formato PDF acessível e alimentar sistema próprio – este ainda em execução -  que viabilizará consulta completa, ágil e por meio da intranet e que poderá ser feita somente por usuário cadastrado, com login e senha. (Texto: Patrícia Papini – Assessoria de Imprensa da Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás)

Fale conosco sobre esta página