Na tarde desta terça-feira (5) o salão nobre da presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) recebeu a cerimônia de posse de dez aprovados no concurso realizado em 2012 para o cargo de escrevente judiciário III, da comarca de Goiânia.

No início da cerimônia, Brunna Melgaço Alves leu o juramento de que os empossados servirão à população com honra, dignidade e zelo. Os convocados, Gustavo Henrique Araújo de Oliveira, Lilian Tomaz Araújo, Wanice Cabral Quixabeira, Guilherme da Paixão Costa Ferreira, João Paulo Ávila de Melo, Cristiane da Silva, Mariana da Fonseca Guimarães Lima, Janile Dias dos Santos, Juliany Ferreira Gomes e Brunna Melgaço, foram nomeados pelo diretor do Foro da comarca de Goiânia, juiz Átila Naves Amaral.

A importância do concurso público por selecionar pessoas capacitadas proporciona a melhoria do Poder Judiciário e auxilia na intenção de ter uma Justiça séria e de atender bem à população. Com a posse dos dez novos escreventes, chega a 65 o número dos candidatos aprovados no concurso e que foram nomeados. Segundo Átila Amaral, esse número ajuda a suprir a dívida que a a Justiça tem com a sociedade para que o Tribunal continue a prestar um serviço de qualidade na comarca da capital.

O presidente do TJGO, desembargador Ney Teles de Paula, se fez presente e motivou o trabalho dos novos servidores ao ler um trecho do livro As Forças Morais: Dedicado à Juventude da América Latina, de José Ingenieros, em que “aquele que tece uma fibra, escreve um livro ou cura um enfermo, realiza uma boa ação para a sociedade.” O presidente frisou a importância de toda espécie de trabalho, pois quem não busca trabalhar, foge do contrato social imposto pelo modelo atual da comunidade.

As empossadas Janiele e Wanice afirmaram que se dedicaram muito ao concurso e que desejam atender bem aos anseios da sociedade, pois sabem o papel importante que a Justiça presta à população. (Texto: Jovana Colombo – estagiária / Fotos: Hernany César – Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página