O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Ney Teles de Paula, afirmou, nesta terça-feira (21), durante inauguração do Fórum de Planaltina de Goiás que vai investir em reformas e ampliações, as grandes demandas das mais de 40 comitivas que ele recebeu desde o início de sua gestão. Segundo ele, pelo menos 30 fóruns passarão por melhorias. “Em 2014, vamos inaugurar pelo menos uma reforma por semana”, afirmou.

Primeiro fórum inaugurado em sua gestão, o novo prédio tem 4 mil metros quadrados de área construída e foi edificado em terreno de 8 mil metros quadrados, doado pela prefeitura. No total, foram investidos R$ 7,7 milhões, dos quais R$ 643 mil em mobiliário, R$ 217 mil em equipamentos de informática e R$ 6,3 mil na central telefônica.

Ney Teles apresentou um rápido diagnóstico da administração, que iniciou em fevereiro, e citou que está em andamento mais um concurso para juiz substituto – outra importante reivindicação das comarcas -, inicialmente, para 34 vagas. Contudo, observou que há possibilidade de se convocar 61 candidatos aprovados no 55º Concurso para Juiz Substituto em Goiás. “Temos um déficit de juízes no Estado, mas o problema será amenizado com esse concurso. A comarca de Planaltina não sofre com esse problema”, enfatizou. 

Situada a 273 quilômetros de Goiânia, com população de aproximadamente 90 mil habitantes, a comarca de Planaltina conta com 12 mil processos em tramitação englobando os distritos judiciários de São Gabriel, Água Fria e Córrego Rico. Ney Teles lembrou a história de Planaltina e mencionou que a cidade se destaca pelo seu potencial turístico como a Lagoa Formosa, Poço Azul e Vale do Itiquira, entre outros.

Casa de paz
O diretor do Foro local, juiz Carlos Gustavo Fernandes de Morais, manifestou sua alegria com a nova sede do Judiciário local. “Aqui é uma casa de paz, ao contrário do que as pessoas pensam, o Poder Judiciário não é opressor, mas existe para trazer paz. É um local onde todos são bem-vindos”, pontuou. O magistrado fez questão de agradecer a todos os servidores da comarca. “Gostaria de falar de pessoas. Por muitos anos vocês suportaram uma estrutura que não comporta mais a crescente demanda da comarca, mas, mesmo assim, sempre deram o melhor de si”, disse.

Alano Cardoso e Castro, juiz na comarca há quase cinco anos e representando o presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego), Gilmar Luiz Coelho, falou da satisfação em participar de um momento tão importante e relevante para a cidade que escolheu para trilhar sua carreira. “As condições de trabalho do antigo prédio eram inadequadas, não havia banheiro digno para os servidores e para a população, faltava gabinete e sala de audiências para magistrados. Enfim, essa fase passou e a partir de hoje contamos com instalações dignas de todos que aqui trabalham e nas quais podemos atender a população com respeito”. Ele também lembrou os servidores, que, na sua visão, são o bem mais valioso da comarca. “Aqui não temos uma mera relação do chefe e empregados, aqui temos uma equipe, com líderes e colaboradores”, finalizou.

O vice-governador, José Eliton de Figueredo Júnior, participou da solenidade e disse que o governo estadual tem procurado ser parceiro do Judiciário no que é possível e não poupa esforços para garantir a melhoria dos atendimentos jurídicos. “Sempre respeitamos a independência dos Poderes, e, com isso, temos colhidos bons frutos”. Ele destacou ainda que Ney Teles “em pouco tempo à frente do Poder Judiciário se destaca pela eficiência e seriedade com que vem conduzindo a Justiça goiana”.


Para OAB novo prédio diminuirá a distância entre Justiça e jurisdicionado


O presidente da OAB local, Hélio Bertoldo Gomes, declarou que o Judiciário “é um poder do povo e para o povo” e que o novo prédio diminuirá a distância entre a Justiça e o jurisdicionado, visando garantir uma sociedade mais compromissada com os direitos comuns. Ele disse ainda que o povo precisa de uma Justiça forte, dinâmica e dotada de boa estrutura física e recursos humanos para uma prestação jurisdicional de excelência.

A seu ver, as novas instalações do fórum representam uma vitória da classe, uma vez que a estrutura da antiga sede também dificultava os trabalhos dos advogados. “Nosso espaço, que antes era reduzido a salas apertadas, foi substituído por um mobiliário adequado, amplo e confortável”, elogiou. De modo igual, Vilmar Caitano Ribeiro, prefeito em exercício também destacou a importância para união entre os poderes e elogiou a atuação dos magistrados na comarca. “O Poder Judiciário está cada dia mais próximo da população”.

Motivação
Nívia Maria José Valadares Ramos, escrevente há 20 anos da comarca, disse que a antiga sede, de mais de 50 anos, apresentava graves problemas estruturais, além de espaço insuficiente. “O novo prédio nos proporciona condições adequadas de trabalho e conforto aos jurisdicionados, que são acolhidos agora com dignidade. Trabalhar em um ambiente confortável e estruturado também é uma forma de motivar. Nós, servidores, estaremos mais satisfeitos e prestaremos um serviço de maior qualidade ao usuário da Justiça”, ressaltou.

João Gonçalves de Lima Neto, servidor do Poder Judiciário há 27 anos, agradeceu a iniciativa e o empenho dos envolvidos na construção do fórum e falou do esforço em tornar a Justiça cada vez mais próxima do usuário. “Finalmente agora é possível trabalhar com mais conforto, o que trará reflexos positivos para a prestação jurisdicional. Estamos muitos satisfeitos com esse avanço tão importante”, frisou.

Também participaram da solenidade a desembargadora Nelma Branco Ferreira Perillo, corregedora-geral da Justiça de Goiás (CGJGO); os desembargadores Vítor Barboza Lenza e Homero Sabino, ex-presidentes do TJGO; Carlos Magno Rocha da Silva, o juiz-auxiliar da TJGO; Antônio César Pereira Meneses, juiz-auxiliar da CGJGO; os juízes Thiago Cruvinel dos Santos (Planaltina), Cristian Battaglia de Medeiros (Novo Gama); Lucas Lagares (Formosa), Rozemberg Vilela da Fonseca (Formosa); Wilson Gamboge Júnior, diretor-geral do TJGO; Fernando Sousa Chaves, secretário-geral da Presidência; Marllus Naves de Ávila, diretor-administrativo; Leonardo Rodrigues de Carvalho, secretário de Gestão Estratégica; tenente-coronel William Pereira da Silva, assessor militar do TJGO; tenente-coronel Eduardo Costa, comandante regional da Ppolícia Militar; Michelle Martins Moura, promotora de Justiça da Planaltina; Pedro Chaves, deputado Federal; Iso Moreira, deputado estadual; Alessandro Alves Leite, presidente da Câmara Municipal de Planaltina; Benedito Castro da Rocha, procurador-geral de Planaltina. (Texto: Arianne Lopes - Fotos: Aline Caetano – Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página