A presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, recebeu, na quinta-feira (10), em seu gabinete, o coordenador do projeto dos Grupos Reflexivos para Autores de Violência Doméstica, o advogado José Geraldo Veloso Magalhães.

Além de cumprimentar a magistrada pelo trabalho a frente da coordenadoria, José Geraldo agradeceu e falou da importância da parceira com o Tribunal goiano. “A questão da violência é cultural e, ao ser debatida, há a conscientização. “São mais de 60 grupos realizados, mais de mil autores de violência doméstica já passaram pelo projeto e o nosso índice de reincidência é próximo a zero”, falou sobre o sucesso do projeto, iniciado em agosto de 2015.

De acordo com o coordenador, a proposta do grupo reflexivo é trabalhar com os autores de violência doméstica, visando produzir um efeito ressocializador. Dentro do projeto, os agressores, autores de crimes incursos na Lei Maria da Penha, são obrigados a participar de reuniões como uma das medidas que condicionam suas liberdades. “O objetivo é promover o desenvolvimento de recursos e habilidades não violentas no âmbito das relações interpessoais, especialmente conjugais e familiares e, consequentemente, evitar a reincidência na prática do delito. Os grupos envolvem o trabalho de profissionais como advogados, psicólogos, assistentes sociais e musicoterapeutas”, frisou.

A desembargadora Sandra Regina agradeceu a visita e lembrou que a parceria também é importante para o TJGO. Segundo ela, há um reforço na prevenção “visando evitar que aumente os ciclos de violência, além de atuar como uma importante ferramenta no fortalecimento de laços familiares”. (Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página