“Somos todos Tribunal de Justiça, vamos todos ajudar o Tribunal a fazer Justiça!” Foi essa frase impactante, entoada pelos servidores da comarca de Goianésia na manhã desta quinta-feira (3), que deu o tom de abertura do 4º Encontro Regional da 11ª Região Judiciária durante momento interativo com a equipe da Diretoria de Recursos Humanos do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), abordando a temática “Todos Somos Líderes! Como Liderar com Eficiência e Sensibilidade”. O evento está sendo executado pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás, por meio da Diretoria de Planejamento e Programas.

Somente na parte da manhã desta terça-feira (3) foram ministradas três oficinas de capacitação abrangendo as áreas relativas ao Processo Judicial Digital (PJD), Gestão das Serventias Utilizando o Sistema Controle e Contadoria (Diretoria Financeira), cujo esforço concentrado e conjunto se deu em prol de uma Justiça mais acessível, célere, eficiente e humana. As oficinas tiveram continuidade no período da tarde, que teve início com a reunião promovida entre os representantes dos cartórios extrajudiciais da 11ª Região e coordenada pelo juiz Algomiro Carvalho Neto, auxiliar da Corregedoria e responsável por esta área pela CGJGO.

A presença maciça dos cartorários da respectiva região foi sentida por todos e representada por vários defensores de entidades: Frederico Junqueira, presidente do Instituto De Estudos De Protesto De Títulos Do Brasil – Seção Goiás (IEPTB), Bruno Quintiliano Silva Vieira, presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de Goiás (Arpen-GO); Igor França Guedes, presidente do Sindicato dos Notários e Registradores do Estado de Goiás (Sinoreg-GO), da Associação dos Titulares de Cartórios de Goiás (ATC-GO) e do Colégio Registral Imobiliário de Goiás (CORI), e Tânia Maria Lopes Gonçalves, da Associação dos Notários e Registradores do Brasil - Seção Goiás (Anoreg).

O encerramento do primeiro dia do encontro foi mais um momento para angariar conhecimentos com a palestra proferida pelo juiz Aldo Guilherme Saad Sabino de Freitas, auxiliar da Corregedoria e coordenador do Programa Encontro Regional, que discorreu sobre as inovações do Novo Código de Processo Civil (CPC) de 2015 – procedimento comum.

Satisfação e valorização do servidor

Acompanhando de perto as atividades durante toda esta quinta-feira (3), a juíza Lorena Cristina Aragão Rosa, diretora do Foro da comarca de Goianésia, juntamente com o secretário-geral do Fórum, Kléber de Sousa Miguel, ressaltou que a capacitação dos servidores é de fundamental importância para o aprimoramento da prestação jurisdicional em todos os sentidos e frisou a imensa satisfação em receber as equipes da Corregedoria e do TJGO na comarca. “É com grande alegria que recebemos o Encontro Regional na nossa casa. O engajamento e o empenho contínuo dos servidores de Goianésia durante as oficinas realizadas hoje no 4º Encontro Regional representam um novo olhar da Justiça para o cidadão, que espera de nós a solução para os seus conflitos. Nosso papel atual também é social e vai muito além das portas do gabinete, temos a responsabilidade e o dever de tornarmos o Judiciário mais eficiente e acessível a quem precisa”, enfatizou a magistrada, expressando ainda a relevância de se primar pela valorização do servidor.

Amanhã (4) pela manhã, será a vez da audiência interna com magistrados e servidores, conduzida pelo corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, seguida de apresentações sobre perícia criminal, orçamento participativo, sistema controle e debates em geral. No início da tarde, o corregedor-geral procederá a abertura da audiência pública voltada para a população em geral, que terá a oportunidade de expor dúvidas, críticas construtivas e sugestões relacionadas ao Judiciário para o seu real aprimoramento. Goianésia é uma região de grande pólo industrial de Goiás e integra a 11ª Região Judiciária, que abrange mais oito comarcas: Barro Alto, Carmo do Rio Verde, Crixás, Ceres, Itapaci, Rialma, Rubiataba e Santa Terezinha de Goiás. (Texto: Myrelle Motta - Diretora de Comunicação da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás/Fotos: cedidas pela equipe da CGJGO)

Fale conosco sobre esta página