Em decisão assinada nesta terça-feira, 27, o corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Nicomedes Domingos Borges, determinou o imediato afastamento e a revogação da interinidade de Pedro Ludovico Teixeira Neto do Tabelionato de Notas, de Registro de Títulos, Tabelionato e Oficialato de Registro de Contratos Marítimos, de Registro de Imóveis, de Registro de Títulos e Documentos, Civil das Pessoas Jurídicas, Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas do distrito judiciário de Professor Jamil, integrante da comarca de Cromínia, por quebra de confiança. Ele também mandou expedir ofício à Diretoria do Foro da comarca de Cromínia para que proceda à indicação de novo interino em substituição, no prazo de 10 dias, comunicando à CGJGO e  observando o Provimento nº 77/2018, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De maneira informal, a equipe da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás prestou uma homenagem no final da tarde desta segunda-feira (5) à juíza Camila Nina Erbetta Nascimento, removida ontem (5) ao cargo de juíza substituta em segundo grau, pelo critério de antiguidade, em sessão extraordinária do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Em razão do contexto pandêmico, o ato de agraciamento foi breve, com número reduzido de pessoas e seguindo todos os protocolos sanitários exigidos pelas autoridades de saúde, bem como as orientações da Presidência da Casa.

Em solenidade híbrida (semi presencial e on-line) realizada na tarde desta quarta-feira (7), no Salão Nobre da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, o juiz Gustavo Assis Garcia foi empossado no cargo de 1º juiz auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Carlos Alberto França, e pelo corregedor-geral da Justiça de Goiás, desembargador Nicomedes Domingos Borges. 


Inclusão, cidadania, acessibilidade, celeridade, simplicidade, humanização, tratamento isonômico e custo zero. A junção desses fatores inerentes ao Programa Pai Presente Total, executado pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás para reconhecimentos de paternidade voluntários por meio de videoconferência, após o início da pandemia da Covid-19, foram responsáveis pela pré-seleção do Programa pelo Prêmio Innovare, o que motivou a visita consultiva. A apresentação foi realizada na quarta-feira (23) pela equipe da CGJGO ao advogado Altivo José da Silva Júnior, consultor do Prêmio Innovare, que ficou bem impressionado com a boa prática.

Fale conosco sobre esta página