O Programa Pai Presente, de responsabilidade da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás, tem disponíveis atualmente 1.500 testes de DNA gratuitos aos cidadãos que desejam ter a paternidade reconhecida. Os exames, adquiridos pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, por meio de licitação, na modalidade de pregão eletrônico,  são realizados pelo Laboratório Biocroma. Na manhã desta segunda-feira (18), às 10 horas, no térreo da sede do prédio do TJGO, na Sala 180, Setor Oeste, o corregedor-geral da Justiça de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, entregará nas mãos da estudante Maria Cristina Bezerra Pires, de 24 anos, privada do pai por 17 anos, a sua certidão de nascimento e casamento, já com os nomes do pai e dos avós paternos devidamente inseridos nos documentos. O pai da jovem, o prótetico Eudson Gonçalves da Silva, de 50 anos, também estará presente no ato, bem como o coordenador estadual do programa, juiz Donizete Martins de Oliveira, auxiliar da CGJGO.

Marcado por uma extensa programação de palestras, oficinas compostas por boas práticas que obtiveram êxito na Justiça Estadual e que se tornaram referência para outros Tribunais brasileiros, o 80º Encontro do Colégio Permanente de Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil (Encoge), que contou com a participação efetiva do corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, teve como um dos principais aspectos o uso das tecnologias da informação para monitorar e otimizar a tramitação processual, especialmente para reduzir o tempo dos cartórios na comunicação de nascimento e óbito pelas serventias extrajudiciais.

Fale conosco sobre esta página