Os três juízes auxiliares da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás, Camila Nina Erbetta Nascimento, Ricardo Dourado, e Altair Guerra da Costa, além da secretária-geral, Helenita Neves de Oliveira e Silva, e diretores de área do órgão censor estiveram reunidos na tarde desta terça-feira (1º) para tratativas gerais relativas à condução e aperfeiçoamento dos trabalhos correicionais, bem como o alinhamento das atividades que serão promovidas no próximo Encontro Regional On-line (o primeiro da atual gestão que tem à frente o desembargador Nicomedes Domingos Borges). Esta edição do encontro envolve a 7ª Região Judiciária, que tem Luziânia como Comarca Pólo, e acontecerá nos dias 16, 17 e 18 de junho. 

Satisfeita com os trabalhos prestados pela equipe da Corregedoria, a juíza Camila Nina elogiou a qualidade dos serviços e fez algumas considerações sobre o Encontro Regional On-line. “Os integrantes da Corregedoria, sem distinção, devem ser enaltecidos porque vislumbramos os resultados positivos no excelente trabalho desempenhado por cada um”, ressaltou. Em consonância com a colega, o juiz Ricardo Dourado também elogiou o serviço de qualidade da Corregedoria e deixou claro o alinhamento já existente no que diz respeito ao âmbito do Extrajudicial para a promoção do Encontro Regional On-line, bem como apontou a importância da participação do diretor do Foro.

“Tenho convicção de que teremos grande êxito neste Encontro Regional On-line e no que tange ao Extrajudicial tudo já está organizado e alinhado. O bom atendimento, a disponibilidade, a cortesia, e a competência de todos que compõem a Corregedoria, cada um na sua respectiva área, é notório”, acentuou, colocando-se também à disposição para auxiliar no que for necessário para o êxito do evento.

Harmonia e coesão

Reiterando a confiança no trabalho de todos, o juiz Altair Guerra realçou que a equipe da Corregedoria é digna de todos os elogios e falou sobre os desafios de atuar na área administrativa. “Temos um time muito harmônico, coeso, que desempenha um trabalho excepcional. Essa qualidade facilita o trabalho do gabinete e a sinergia é muito interessante, Tudo isso só é possível devido a essa boa convivência e integração, que propiciam o desenvolvimento das atividades de maneira primorosa. Atuar na área administrativa é um desafio, mas essa equipe nos dá uma muita segurança e tranquilidade”, enalteceu.

Lembrando da época em que participou dos encontros regionais, no período em que eram realizados presencialmente, o magistrado destacou que o projeto já está no “piloto automático” e que a diretriz do evento já está traçada. “Estive em alguns encontros mas sem a preocupação de coordenar, de pensar como um todo, apenas como espectador ou participante em algum momento específico. Nossa responsabilidade é maior agora e estamos aqui para agregar, somar. É com esse espírito que eu encaro essa primeira etapa dos Encontros Regionais nesta gestão.

Na opinião de Altair Guerra, o O Encontro Regional é uma oportunidade ímpar tanto de ouvir e quanto de falar e os apontamentos sobre os sistemas do Tribunal de Justiça contribuem para o próprio aperfeiçoamento da Justiça como um todo, assim como as sugestões, elogios e contribuições diversos. “O resultado final é a melhoria da prestação jurisdicional e a diminuição da taxa de congestionamento, especialmente no primeiro grau de jurisdição. Queremos eficiência, mas primamos pelo diálogo, pela técnica de convencimento amistosa, com viés orientativo, não adotamos uma postura de imposição. Isso tem sido muito positivo e essa linha de entendimento dão o norte para os bons resultados que virão a partir dessa interlocução”, observou.

Sem encontros presenciais

Feliz com a oportunidade se expressar o apreço pela equipe da Corregedoria, a secretária-geral da CGJGO comentou sobre os desafios impostos pelo cenário de grande complexidade decorrente da pandemia da Covid-19 que foram um fator preponderante para a ausência de encontros presenciais. “Infelizmente o cenário pandêmico impediu vários encontros presenciais almejados com a interatividade e o acolhimento que gostaríamos de ter dispensado a cada um de vocês, bem como a todos que fazem parte do sistema de Justiça. Contudo, iniciativas de sucesso como o Encontro Regional On-line, programa que surgiu justamente neste período delicado, aproximando o Judiciário da sociedade pelo âmbito virtual, sem deixar então de cumprir sua missão precípua, prova que estamos no caminho certo e demonstra que a união faz a força, como sempre tive convicção”, salientou.

Segundo Helenita Neves, mesmo diante do contexto de pandemia, a coragem, a dedicação e o empenho de toda a equipe da Corregedoria tem sido fundamentais para o sucesso do trabalho. “A vocês, todo o nosso reconhecimento e gratidão. Estou certa de que juntos superaremos todas as adversidades para que este Encontro Regional On-line, evento de suma importância para a comunidade, que alcança tantas pessoas, supere mais uma vez as expectativas e seja realizado com o costumeiro êxito. Muito obrigada pelo esforço concentrado e pelo comprometimento”, evidenciou.

Gratidão

Por sua vez, Clécio Marquez, diretor de Planejamento e Programas da Corregedoria, setor responsável pela organização do evento, chamou a atenção para o trabalho uníssono realizado por cada área da Corregedoria e conclamou todos a se engajarem, a promoveram uma autoanálise dando o melhor de si, para que o Encontro Regional On-line seja exitoso.

“O sucesso é alcançado pelo conjunto, pelo esforço de cada magistrado, de cada servidor, de cada diretor de área, de cada capacitador, enfim, de todas as pessoas envolvidas. No Encontro Regional nos propomos mais a ouvir do que a falar e o intuito é aprimorar a entrega da prestação jurisdicional, contribuindo, assim, para um Judiciário melhor. Vamos dar o melhor de nós, a palavra de ordem nessa pandemia deve ser a gratidão. Gratidão pelo nosso trabalho, por integrarmos a Corregedoria, mas principalmente pela nossa vida, nossa saúde, pelo que Deus tem nos permitido até este momento”, invocou.

Em breves palavras Sérgio Dias dos Santos Júnior, diretor de Correição e Serviços de Apoio da Corregedoria, e Ubiratan Alves Barros, assessor de Orientação e Correição, falaram sobre o apoio incondicional dispensado pelos três juízes auxiliares da CGJGO na condução dos trabalhos correicionais e frisaram a importância da interação da Corregedoria com as comarcas do interior durante os Encontros Regionais, que, de acordo com ambos, não se perdeu no formato virtual. “Procuramos levar às comarcas do interior nesse encontros essa forma equilibrada e harmônica que temos de exercer as nossas atividades na Corregedoria. Muitas vezes, a unidade judiciária fica carente, distante do Tribunal, porque estamos na capital. Isso engrandece o nosso trabalho e tenho certeza também que a dos colegas do interior”, relevou Sérgio. Na oportunidade, o diretor de Tecnologia da Informação, Domingos da Silva Chaves Júnior, fez ainda exposição aos participantes do sistema de agenda única criado pela TI para otimizar os contatos da Corregedoria com o agendamento dos compromissos.

O Encontro Regional On-line será realizado durante três dias (16, 17 e 18 de junho) com um leque de capacitações, painel jurídico, reuniões institucionais com representantes do Extrajudicial, bem como com servidores que atuam como gestores administrativos do Programa Pai Presente. Também serão promovidos pela CGJGO uma reunião de natureza interna com os servidores e magistrados, e, na sequência, um encontro reservado entre magistrados. Ao final, a audiência pública com as instituições da Comarca Pólo - Luziânia, que engloba a 7ª Região Judiciária, encerra o evento. (Texto: Myrelle Motta - Diretora de Comunicação Social da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás/Imagens e prints: Acaray Martins - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página