Foi em homenagem ao filho único, assassinado há 3 anos em um assalto com apenas 21 anos, e ao netinho, de 5 anos, que fez questão de filmar o casamento dos avós pelo celular, que a dona de casa Sandra Fátima Oliveira, de 52 anos, e seu companheiro Flávio José de Oliveira, 43, decidiram oficializar a união de 17 anos durante o projeto Show Cultural (Casamento Comunitário) promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás e pela Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás na noite desta quinta-feira, 19, às 18 horas, no Ginásio de Esportes Goiânia Arena. A ação de cunho social, uma das maiores já promovidas no País, que uniu aproximadamente 1 mil casais, teve quase 17 mil visualizações no Canal do Youtube da Diretoria de Planejamento e Programas da CGJGO (1.785 simultâneas) e contou com um show especial das cantoras de renome nacional Maiara & Maraisa, que teve a duração de mais de 2 horas. Na oportunidade, foram arrecadados ainda 1 tonelada e 179 kilos de alimentos não perecíveis que serão destinados às pessoas em vulnerabilidade social.

Com um colar de prata no pescoço contendo as fotos do filho e do neto, Sandra se emociona com a celebração e as lágrimas nos olhos expressam bem a concretização do sonho de uma vida inteira, interrompido por falta de condições financeiras e pela trágica morte do filho. “Eu e meu agora marido oficial nos conhecemos há quase 20 anos e éramos vizinhos. Logo estávamos morando juntos, cerca de 3 meses depois, e algum tempo depois veio o nosso filho amado. Sempre desejamos o casamento e eu queria muito me vestir de noiva, acho que é o sonho de toda mulher. Estávamos planejando com meu filho a forma de nos casarmos, mas aí aconteceu essa tragédia terrível. No entanto, sei que ele está conosco hoje, nos abençoando e falando com a gente através do nosso netinho, que a gente cria com o maior amor desse mundo e que ele nos deixou de presente. Hoje meu coração está alegre e só tenho gratidão aqui no peito”, comove-se.



A história de amor relatada por Sandra é uma das muitas decorrentes do casamento comunitário que expressam sonhos realizados e superação de adversidades. Nem mesmo a falta de parte do braço esquerdo foi capaz de impedir o amor da dona de casa Sabrina Santos da Silva Barros, 21, com o auxiliar de produção Carlos Luiz Alves, 23. Eles se encontraram, por acaso, no facebook e se apaixonaram no primeiro encontro que aconteceu no Parque Mutirama. Ficaram um ano sem se ver, mas o amor falou mais alto. “Depois dos encontros posteriores não conseguimos mais nos separar. Temos um filho de 4 anos e estamos há 5 juntos. O Carlos me ama do jeito que eu sou e nunca questionou essa minha deficiência. Não nos casamos antes porque é muito caro, mas agora graças a esse projeto lindo do Tribunal de Justiça podemos finalmente dizer o tão sonhado: felizes para sempre”, emociona-se.

Ações diversificadas propiciadas pela Enel

A Enel Distribuição Goiás foi a patrocinadora do evento por meio do “Programa Estadual de Incentivo à Cultura - GOYAZES”, da Secretaria de Estado de Cultura de Goiás. No casamento comunitário a companhia fez o sorteio de 250 geladeiras para os casais. Os ganhadores vão trocar suas geladeiras antigas pelos eletrodomésticos novos. A ação é parte do projeto Enel Compartilha Eficiência, que visa a substituição de equipamentos antigos, que consomem muita energia, por equipamentos novos e mais econômicos.

A entrega dos equipamentos será realizada posteriormente, no dia 28 de maio, data em que a companhia realizará outras atividades como troca de lâmpadas antigas por outras novas e mais econômicas, de LED, atendimento móvel e outros serviços. Desde o início de abril, a Enel tem acompanhado os casais e oferecido ações dos projetos desenvolvidos pela companhia para os nubentes.

Por meio do projeto Enel Compartilha Cidadania, foram realizados cadastros dos noivos e noivas para o sorteio das geladeiras, além da aplicação de pesquisas socioeconômicas e orientações sobre a conta de energia e sobre a Tarifa Social de Energia Elétrica. Já o projeto Enel Compartilha Oportunidade ofereceu um curso gratuito de finanças, que será realizado na próxima semana, além de uma grande oficina de automaquiagem para os casais no dia do casamento. Todas as atividades foram gratuitas para os participantes.

Gincana

Outra ação promovida pela Enel foi a denominada “Gincana dos Noivos”, na qual os nubentes levaram resíduos recicláveis até o Ecoponto mais próximo de suas casas e ganhar desconto na conta de energia. O casal que atingiu a maior quantidade de resíduos contabilizados recebeu um super prêmio no dia do casamento, um jantar romântico em um renomado hotel de Goiânia. A ação faz parte do Programa Ecoenel, que concede descontos na conta de energia em troca de materiais recicláveis, que podem ser entregues nos pontos de coleta da companhia. A lista de pontos e os materiais que cada local recebe está disponível no aplicativo Ecoenel, que pode ser baixado no Android e no iOS.

Espaço Kids

As crianças tiveram um espaço específico com mesas, cadeiras e pufs, onde participaram de ações do projeto Energia Segura. Também foram distribuídos pela Enel 500 gibis e 500 caixas de lápis de cor para o entretenimento da garotada, além da disponibilização de uma pipoqueira que fará a alegria do público infantil e adulto. Os gibis contam histórias do personagem Juca Energia, um super-herói da Enel que ensina crianças e adolescentes sobre os cuidados com a rede elétrica para não correr riscos de acidentes.

Uma praça de alimentação também foi disponibilizada aos presentes com uma estrutura montada pela Enel para a coleta de resíduos recicláveis como copo descartável, latinhas ou garrafas pet seguindo a linha do Programa Ecoenel. Todo o resíduo reciclado descartado no casamento será pesado e revertido em doação na conta de energia com a escolha de uma instituição para esse fim.

A importância da família

Muito prestigiado, com ampla repercussão e uma mega estrutura nunca vista antes, o evento, que contemplou casais da Região Metropolitana de Goiânia e Anápolis e contou com a participação de aproximadamente 10 mil pessoas, entre os noivos, seus respectivos convidados, autoridades, magistrados, autoridades e imprensa. Houve uma cantata de várias músicas conhecidas e emocionantes como “Anunciação”, pelo Grupo Cantoria, sob a regência de Elen Lara.

A abertura oficial foi feita pelo corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Nicomedes Domingos Borges, idealizador do projeto, que agradeceu o empenho de toda a equipe da Corregedoria e do TJGO, bem como de todos os parceiros os envolvidos na execução dessa iniciativa casamento comunitário, e ressaltou que este é o maior casamento comunitário já realizado no Brasil contando com uma organização e estrutura grandiosos, sem igual.

Na oportunidade, o corregedor-geral fez uma deferência especial ao colega desembargador Carlos Alberto França, presidente do TJGO e também gestor do projeto, por todo o apoio dispensado para que o casamento comunitário fosse concretizado com total êxito, e também fez questão de apresentar e agradecer publicamente os servidores Helenita Neves de Oliveira e Silva, secretária-geral da CGJGO e Clécio Marquez, diretor de Planejamento e Programa da Corregedoria, que trabalharam diretamente na organização e no planejamento de todo o evento. O desembargador também expressou seus agradecimentos especiais aos parceiros, apoiadores e patrocinadores, principalmente aos executivos da Enel Distribuição Goiás, patrocinadora do evento, José Nunes (presidente da Enel), José Luís Salas (diretor de Infraestrutura e Redes da Enel), e Cláudia Guimarães (responsável pelos projetos de sustentabilidade da Enel Brasil). 



“Juntos somos mais fortes e o Tribunal de Justiça e a Corregedoria-Geral da Justiça hoje deixam aqui sua marca histórica priorizando especialmente a família, o bem maior que temos na vida. Cumprimos nosso papel, que também é social, e nos sentimos realizados com cada sorriso e emoção que enxergamos no rosto dos noivos presentes. Meu reconhecimento e agradecimento a nossa maravilhosa equipe da Corregedoria e do TJGO que não mediram esforços para que esse momento acontecesse, assim como à equipe valorosa  da Enel Distribuição Goiás, patrocinadora do evento”, ressaltou.

Também reforçando o papel essencial da família na vida de um ser humano, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Carlos Alberto França, lembrou que o amor não tem cor, sexo, credo ou raça e que ele existe justamente para unir as pessoas.  “Essa união que hoje o Poder Judiciário sacramenta representa para a sociedade um marco muito importante porque se refere à família, essencial para a sua evolução. O amor não tem definição específica e abrange todas as pessoas, independente de sexo, cor ou raça. O Poder Judiciário deve participar de momentos da constituição da família, estamos desempenhando o nosso papel. Muitas vezes a Justiça só parece no desfazimento da família, do divórcio, mas queremos também estar presentes na formalização desses laços familiares, imprescindíveis nas nossas vidas”, acentuou.

O presidente do TJGO também estendeu os cumprimentos ao corregedor-geral, aos noivos, familiares e amigos, aos representantes dos Poderes Executivo e Legislativo, assim como a todos que contribuíram com o evento, destacando o apoio fundamental da Enel no evento. “O Poder Judiciário não atua sozinho e todos foram fundamentais para que esse evento ocorresse. Nesse sentido, contamos com um grande companheirismo do Poder Executivo de Goiás representado pela primeira dama aqui presente, da prefeitura por meio do nosso prefeito Rogério Cruz, da equipe da Enel, dentre todos os outros. Contudo, eu jamais poderia deixar de fazer uma referência muito especial ao nosso corregedor-geral, idealizador desse evento, a ele todos os nossos aplausos”, frisou.

Compromisso assumido

A primeira dama do Estado, Gracinha Caiado, representando o governador de Goiás, Ronaldo Caiado na ocasião, falou da emoção de ser madrinha de mil casais e agradeceu a parceria com o TJGO e demais apoiadores. “Essa festa linda foi feita com todo cuidado e amor com vocês. Tenho a certeza de que vale a pena porque o mais importante é a nossa família, que é a instituição mais forte e sagrada que existe. Hoje é momento de festa, de alegria. Mas, a nossa responsabilidade social é enorme. Defender a família é a principal missão desse governo”, assegurou.  

Em seu discurso, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz ressaltou a importância do compromisso selado entre os noivos citando o próprio casamento que completa 35 anos. “Compartilhar momentos de companheirismo no casamento é importante para a relação. Aqui, deixo um conselho: mulheres, ao lado do seu marido partilhe seus momentos, bons e ruins, suas alegrias e tristezas. A vocês, homens digo o mesmo. Recebam o nosso abraço afetuoso e almejo que Deus abençoe a todos”, destacou.

Desejando felicidade aos casais e evidenciando a importante ação do TJGO em parceria com a Prefeitura de Goiânia, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira, enfatizou a importância do matrimônio, da vida a dois. “Em nome da Assembleia Legislativa trago meus cumprimentos e o desejo de uma vida feliz a vocês, juntos, em família”, pontuou.

Participaram também do casamento comunitário dos desembargadores Zacarias Neves Coelho, vice-presidente do TJGO,  Anderson Máximo de Holanda, Itamar de Lima, juízes Ricardo Dourado, auxiliar da CGJGO, Heber Carlos de Oliveira, diretor do Foro de Goiânia, Aline Vieira Tomás, diretora do Foro de Anápolis, Camila Nina Erbetta Nascimento e Átila Naves Amaral, substituto em segundo grau, Patrícia Carrijo, presidente da Associação dos Magistrados de Goiás (Asmego), e várias outras autoridades.   

Celebração




A celebração simbólica do casamento foi feita pelo juiz Gustavo Assis Garcia, auxiliar da CGJGO, que pediu aos noivos que coloquem sempre Deus  nos seus relacionamentos, dentro dos lares, e reforçou a vontade espontânea que deve prevalecer sempre para que cada um permaneça unido. “Tudo fica mais fácil quando se tem Deus no coração. Escorem-se no amor que enlaça vocês, conversem, dialoguem, pois somente assim, é possível vencer as adversidades desse percurso”, aconselhou.

O magistrado lembrou ainda que com o casamento surgem também obrigações civis e condições novas como a responsabilidade pela família, a fidelidade, a assistência mútua, o sustento e a guarda dos filhos e o respeito um pelo outro. “A família é a instituição mais relevante que existe e vocês tem que estar dispostos a andarem demãos dadas, a dividir o futuro”, pincelou, elogiando, na sequência, o corregedor-geral pela disposição e empenho na realização do evento e todos os que auxiliaram na sua finalização. Logo após, foram entregues os certificados aos noivos.     

Amor que supera preconceitos

Um beijo roubado no banheiro. Foi assim que a encarregada de seção, Danielly Rosa Silva, 35, e a promotora de vendas Creuziane Silva de Carvalho, 24, começaram seu relacionamento. Ambas trabalhavam no mesmo supermercado, em horários diferentes, e uma brincadeira no banheiro feminino terminou em beijo. Na época, Creuziane vivia com com um homem há 7 anos e já tinha um filho com ele, mas abandonou tudo para viver esse grande amor. Juntas, hoje, elas criam o garoto, que tem 7 anos, e o sobrinho de Danielly, de 12 anos, um rapaz que foi abandonado pela própria mãe. “Somos uma família linda e temos muito amor no coração. Esse casamento é a realização do amor sonho das nossas vidas e só temos a agradecer. Pretendemos fazer uma inseminação artificial em breve para completarmos nossa rol familiar. Somente o amor é capaz de superar todos preconceitos e o nosso é verdadeiro, cristalino”, garantiu.   

Madrinhas de casamento uma da outra as irmãs Iolanda Silva Santos, 29, e Jakeline Silva dos Santos, 27, decidiram se casar no mesmo dia e até a maquiagem fizeram juntas. Naturais do Pará, elas conheceram os atuais maridos em situações diferentes, mas sempre estiveram unidas no propósito de se casarem. “Somos muito ligadas e a gente sempre sonhou com o vestido de noiva, com esse momento tão único na vida de uma mulher. Como a gente não tinha dinheiro, essa oportunidade surgiu como uma luz no fim do túnel e nos sentimos muito felizes, embora nervosas, como todas as noivas”, brincaram. 

Maiara & Maraisa

Com grande simpatia, as cantoras Maiara & Maraisa concederam uma coletiva de imprensa e ressaltaram a emoção de fazer parte desse momento em Goiânia, cidade pela qual elas tem grande carinho. “A gente ama levar alegria às outras pessoas, falar de amor, está sendo uma grande honra estar aqui. Hoje será uma noite emocionante e esse momento é mágico para nós também”, realçaram. Elas também interagiram com os noivos, dançaram e fizeram uma homenagem emocionante à amiga Marília Mendonça, cantora e amiga pessoal das artistas que morreu tragicamente ao 26 anos, em um acidente de avião, no ano passado.     

O evento teve ainda uma chuva de 20 mil balões (que cairam do teto), telões de LED, sonorização completa na área externa, bem como iluminações especiais, tendas e tapetes. Como “mimo” os noivos e noivas receberão também 2.250 unidades de alfajors.  

Gestores e apoios

Os gestores do evento foram o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Carlos Alberto França, e o corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Nicomedes Domingos Borges, que estarão presentes na cerimônia. A orientação e a supervisão ficaram a cargo dos juízes Gustavo Assis Garcia e Ricardo Dourado, auxiliares da CGJGO, e da secretária-geral da Corregedoria, Helenita Neves de Oliveira e Silva. A organização administrativa esteve sob a responsabilidade da Diretoria de Planejamento e Programas da Corregedoria, que tem à frente o servidor Clécio Marquez.

O casamento comunitário contou ainda com o apoio da Diretoria do Foro de Anápolis, que tem à frente a juíza Aline Vieira Tomás, presente ao evento. Por intermédio da Diretoria do Foro de Anápolis, foi feito o transporte dos noivos da comarca para Goiânia, além da concessão de vários maquiadores profissionais para a preparação das noivas.

O Governo de Goiás, a Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) e a Prefeitura de Goiânia também auxiliam na execução do evento. O casamento comunitário também tem como patrocinadores e apoiadores o Banco Alfa, Fecomércio, OVG, Saneago, Sicoob, Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Sistema FAEG), Tropical Urbanismo e Incorporação, Unimed, e a dupla de artistas Maiara & Maraisa. Veja galeria (Texto: Myrelle Motta - Diretora de Comunicação Social da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás/Fotos: Wagner Soares - Centro de Comunicação Social do TJGO/Suporte e apoio: Acaray Martins - Centro de Comunicação Social do TJGO/ Arte: Hellen Bueno - Diretoria de Planejamento e Programas da CGJGO)