Em sua 10ª edição no formato on-line, o Encontro Regional On-line da 12ª e 13ª Regiões Judiciárias, que tem como Comarcas Polo Porangatu e Uruaçu, já está com as inscrições abertas pelo link (clique aqui). A realização do evento, que acontecerá de 20 a 22 de outubro, é da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás em parceria com a Escola Judicial de Goiás (EJUG). As inscrições são limitadas devido à capacidade de pessoas que as salas virtuais suportam. Durante o evento, o acesso às salas de capacitação se dará pela plataforma da EJUG. 

Diante da necessidade de aperfeiçoamento das funções desempenhadas pelo Poder Judiciário goiano, visando, sobretudo, a celeridade, a eficiência, e primando pela excelência na prestação jurisdicional, no menor tempo possível, especialmente na fase de execução dos seus julgados, que sempre demanda na utilização cada vez mais premente de recursos tecnológicos, o juiz Altair Guerra da Costa, auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás e representando o corregedor-geral da Justiça de Goiás, desembargador Nicomedes Domingos Borges, apresentou nesta segunda-feira, 4, ao presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás, desembargador Daniel Viana Júnior, uma proposta de acordo de cooperação técnica entre o TRT-GO (18ª Região) e o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás.

Com 350 participantes inscritos, foi promovido, de forma on-line, na tarde desta terça-feira, 5, pela Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás, o 1º Encontro Estadual de Aperfeiçoamento do Processo Administrativo Digital (PROAD). Com a finalidade de otimizar a atividade-fim do Poder Judiciário e possibilitar aos usuários uma utilização mais eficiente e profícua das novas atualizações inseridas no sistema, o evento foi aberto pelo juiz Ricardo Dourado, auxiliar da CGJGO e responsável pela pasta do Extrajudicial em Goiás.

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, por intermédio da Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás, formalizou recentemente termo de adesão com os municípios de Turvânia e Varjão visando a disponibilização de assistentes sociais, psicólogos, pedagogos e outros profissionais necessários para atuação em procedimentos que tratem de interesses de crianças e adolescentes. A iniciativa para a cessão desses profissionais vinculados às prefeituras das respectivas comarcas partiu dos juízes Luciana Nascimento Silva, diretora do Foro da Comarca de Turvânia, e Eduardo Tavares dos Reis, diretor do Foro de Varjão.