Você sabia que para separar o papel para reciclagem você não deve amassá-lo e sim cortá-lo? Esta e outras dicas valiosas sobre reciclagem foram dadas na manhã desta terça-feira (29), no auditório Desembargador José Lenar de Melo Bandeira, na sede do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), no evento do projeto ReciclaTJGO. O objetivo foi conscientizar servidores, terceirizados e o público frequentador sobre a importância da reciclagem e do reaproveitamento de materiais utilizados e descartados cotidianamente.

A ação, que incluiu a distribuição de uma cartilha, foi promovida pela Diretoria da Divisão de Serviços Gerais do TJGO, com apoio da Divisão de Impressão Digital da instituição, e contou com apresentação do projeto TAMPATAS, que promove a coleta e comercialização de tampinhas plásticas para reciclagem, cuja renda é revertida para a castração de cães e gatos abandonados. 

Para o diretor da Divisão de Impressão Digital do TJGO, Alessandro Miguel, o papel é o principal material para o reaproveitamento e reciclagem no TJGO. “Fazemos blocos de rascunhos com o papel que pode ser reaproveitado, além de termos uma sala de coleta para reciclagem que fica no subsolo, ao lado do elevador. O TJGO também firmou parcerias com cooperativas para fazer a seleção do material coletado”, afirmou Alessandro Miguel. 

A presidente da Cooper Rama, Dulce Helena do Vale, explica que o trabalho da cooperativa, em parceria com o TJGO, rende bons resultados, tanto para o meio ambiente, quanto para os cooperados. “O material que coletamos no TJGO tem alto valor agregado e impacta positivamente no rateio dos cooperados”. (Texto: Carolina Dayrell / Fotos: Aline Caetano - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Veja a galeria de fotos

 

 

 

Fale conosco sobre esta página