Quais são as tendências apontadas pelas principais consultorias e empresas de pesquisa para quem trabalha com tecnologia, inovação e gestão? O advogado Ademir Piccoli, empreendedor, ativista pela inovação da Justiça e autor do livro Judiciário Exponencial, cruzou essas informações e elaborou sete destaques que revelarão o que há de comum entre as previsões para 2020 e além. Ele será um dos palestrantes do Encontro Nacional de Tecnologia, Inovação e Cultura (Enastic), que, pela primeira vez, será sediado em Goiânia. Voltado para os diretores de Informática de tribunais de todo o País e aberto ao público ligado ao sistema de justiça, o encontro já está com inscrições abertas.

Inovação tecnológica, alinhamento estratégico entre gestão e TI, foco na experiência das pessoas, segurança da informação e sustentabilidade estão entre os destaques que aparecem nas tendências do Gartner, IDC, Forrester, Deloitte, Singularity e  Fórum Econômico Mundial. Os participantes do Enastic vão conhecer cada uma delas, na palestra com o advogado, que vai falar às 11 horas do dia 2 de abril, no auditório José Lenar de Melo Bandeira, na sede do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, no Setor Oeste.

“As principais tendências apontam que os investimentos em inovação digital devem dobrar nos próximos anos. Nesse sentido, a inovação, quanto associada às novas tecnologias, acelera o processo de transformação digital nas organizações públicas e privadas”, afirmou Piccoli, para quem não há um caminho único, um passo a passo que garanta um resultado exato, mas, segundo ele, entre as muitas barreiras à inovação, como por exemplo a financeira e a burocrática, mas a principal é cultural.

No entanto, ele observou, é preciso mudar o “modelo mental engessado e dominante” e adotar uma mentalidade mais aberta. Para ele, parte do benefício de investir em um processo de inovação é a abertura da instituição para experimentação. “A melhor forma de entender as mudanças, especialmente as tecnológicas, é experimentando e aprendendo enquanto se criam novas possibilidades com ela”, ressaltou o palestrante, que tratará de assuntos como blockchain, o papel da inteligência artificial nas instituições e a mudança no perfil do consumidor, agora mais consciente e mais voltado para a sustentabilidade.

Piccoli falará ainda sobre realidade virtual e o uso da tecnologia para aprimorar as experiências cognitivas e físicas de uma pessoa, com o objetivo de elevar a capacidade do ser humano de pensar e tomar melhores decisões. Para o advogado, as tendências de transformação digital não podem ser interrompidas e estão mudando a sociedade, os negócios e, sobretudo, a vida das pessoas. É aí que a “confiança” entra como uma palavra recorrente nas previsões para o futuro próximo. Segundo Piccoli, algumas empresas e instituições estão encarando a confiança não como uma questão de conformidade, mas como meta de negócio, que pode se transformar num diferencial.


Transformação do Judiciário
Além de Piccoli (foto abaixo), grandes nomes da área de tecnologia da informação participarão do evento, que deve reunir 300 participantes nas palestras, oficinas e cursos que serão promovidos nos dias 2 e 3 de abril. Esta será a sétima edição do evento, que reunirá, além de representantes da Justiça, especialistas de mercado, acadêmicos e profissionais da indústria criativa para debater os processos de transformação no Poder Judiciário e promover troca de experiências, estimular novas formas de pensar e principalmente inspirar todos os participantes.

A informatização de processos e uso de tecnologias modernas e seus benefícios para a população estão entre as principais metas de gestão do presidente do TJGO, desembargador Walter Carlos Lemes, que, ao trazer o evento para a instituição, além de promover conhecimento, pretende angariar parceiros e desenvolver tecnologias que possam ser utilizadas em prol de uma prestação jurisdicional ainda mais ágil e eficiente.


Grandes nomes
Estarão presentes nomes como Gustavo Schiefler, doutor em Direito do Estado pela Universidade de São Paulo (USP), integrante da equipe de professores e consultores da Zênite, na área de licitações públicas e contratos administrativos; autor de três livros e mais de 50 publicações na área de contratações públicas.

Também palestrará no Enastic, o doutor em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UNB), Rafael Dubeux, advogado da União e professor do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), co-autor do livro Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil. Eduardo Toledo, criador do robô Vitor, que revolucionou a realização de trabalhos repetitivos no Supremo Tribunal Federal (STF), também está entre os nomes importantes ligados à inovação estratégica que participarão do evento.

Criado em 2014, o Enastic já foi realizado nas cidades de Porto Velho, Aracaju, Belo Horizonte, Campo Grande e Recife, sempre recebido pelos Tribunais Estaduais. Desta vez, de forma inédita, outros Poderes e órgãos também serão convidados a participar, como Governo Estadual, prefeituras de Goiânia e Aparecida de Goiânia, Polícia Federal e Militar, Assembleia Legislativa, entre outros. (Texto: Aline Leonardo - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página