Em uma corrente do bem, pensando nos trabalhadores autônomos que ofertavam produtos nos edifícios do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), servidores do Judiciário criaram um link para cadastro de fornecedores autônomos ou Microempreendedor Individual (MEI). A ideia é auxiliar na venda dos produtos neste momento, possibilitando o contato para a compra e entrega das mercadorias em domicílio, já que magistrados e servidores estão em teletrabalho e o atendimento ao público externo está suspenso no TJGO para evitar a propagação do novo coronavírus.

No link, os trabalhadores fazem o cadastro, informando a categoria do negócio, os contatos, e se possuem redes sociais. Em seguida, serão inseridos em grupos de WhatsApp criados para a oferta dos produtos. O cadastro foi criado pela Diretoria de Planejamento Estratégico. Para se cadastrar, clique no link. (Centro de Comunicação Social do TJGO).

Fale conosco sobre esta página