Em razão da pandemia do novo coronavírus, o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) instituiu o regime de teletrabalho para magistrados e servidores, a fim de salvaguardar a saúde da sociedade. Desde o dia 16 de março, foram proferidas quase 40 mil sentenças e 75 mil decisões, o que demonstra, segundo o presidente, desembargador Walter Carlos Lemes, o alto comprometimento com a prestação jurisdicional, mesmo a distância.

Foram ainda proferidos 134 mil despachos e 728 mil atos de servidores, durante estas três primeiras semanas de trabalho remoto. As informações contemplam os dois graus de jurisdição e estão sendo repassadas ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Veja os números: 

16/03/2020 a 22/03/2020 | ato_servidor | 253483
16/03/2020 a 22/03/2020 | decisão | 25101
16/03/2020 a 22/03/2020 | despacho | 48218
16/03/2020 a 22/03/2020 | sentença | 12355
23/03/2020 a 29/03/2020 | ato_servidor | 236036
23/03/2020 a 29/03/2020 | decisão | 24763
23/03/2020 a 29/03/2020 | despacho | 43310
23/03/2020 a 29/03/2020 | sentença | 14155
30/03/2020 a 05/04/2020 | ato_servidor | 237772
30/03/2020 a 05/04/2020 | decisão | 24840
30/03/2020 a 05/04/2020 | despacho | 42168
30/03/2020 a 05/04/2020 | sentença | 12782

Campanha A Justiça Não Para

Apesar do isolamento social, a Presidência do TJGO reforça seu comprometimento com a campanha #ajustiçanãopara. Dessa forma, são feitas divulgações no portal sobre os números e análises da sua produtividade neste período de teletrabalho, com informações da prestação jurisdicional e na parte administrativa. Neste material, são apresentados depoimentos de magistrados e servidores sobre como tem sido essa experiência. Confira aqui.

Fale conosco sobre esta página