O presidente da Comissão de Memória e Cultura do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga, participou, nesta quarta-feira (24), em Urutaí, do lançamento do Concurso Nacional de Poesia Gabriel Nascente. Diversos escritores e representantes de entidades culturais do Estado também participaram da solenidade, que aconteceu na Câmara Municipal local.

Promovido pela Prefeitura de Urutaí, o Concurso Nacional de Poesia Gabriel Nascente tem o apoio da Câmara Municipal local, da Academia Goiana de Letras (AGL), União Brasileira de Escritores-Goiás (UBE-GO), Academia Feminina de Letras e Artes de Goiás (Aflag) e da Editora Kelps. A premiação será em dinheiro, da seguinte forma:  R$ 4 mil para o primeiro lugar,  R$ 2 mil para o segundo e R$ 1 mil para o terceiro lugar no concurso.

Em seu discurso na solenidade de lançamento, o desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga lembrou de período de sua infância em que morou na cidade, época em que seu pai, o promotor de justiça Joeni Leite Braga, atuava na comarca local, entre 1958 e 1960. “Eu não sou escritor, não sou poeta, não sou homem de dedicação às letras. Sou apenas um apaixonado. E, como um apaixonado, eu me permito testemunhar esses eventos culturais”, ressaltou o desembargador, que ainda citou outro grande motivo para prestigiar o evento cultural, um concurso que leva o nome de Gabriel Nascente”. Ele também agradeceu o convite e parabenizou a promoção do concurso literário.



O assessor cultural do TJGO, Gabriel Nascente, falou da sua gratidão pelo lançamento do concurso que leva o seu nome: “É honroso saber enxergar o meu nome grimpado no topo deste certame, de âmbito nacional, e que glorifica a poesia em seus múltiplos e eternos anseios de liberdade”. Ele ainda lembrou de sua forte ligação com aquela cidade, onde nasceu seu pai, Antônio Estrela Nascente.

Também participaram da solenidade de lançamento do Concurso de Poesia Gabriel Nascente, o prefeito de Urutaí, Ailton Martins; a escritora Elina Borges; o escritor e presidente da Academia Goianiense de Letras, Aidenor Aires, que na ocasião representou também a Academia Goiana de Letras (AGL); a presidente da Academia Feminina de Letras (Aflag), escritora Elizabeth Caldeira Brito; o publicitário e apresentador do programa Frutos da Terra, Hamilton Carneiro; o presidente da Academia Goiana de Imprensa (AGI), jornalista Walterli Guedes; e o representante da União Brasileira de Escritores (UBE-GO), Cristiano Deveras, vereadores de Urutaí, dentre outras autoridades locais.



  •    

    Ouvir notícia:

Programa de Linguagem Simples do TJGO