O pedreiro Ismael Pereira de Araújo, de 24 anos, acusado de matar Sebastião Brandão de Souza, de 36 anos, com golpes de facão, vai a júri popular nesta terça-feira (30), no Fórum Criminal de Goiânia, no Jardim Goiás, nesta capital. O julgamento será realizado a partir das 8h30, sob a presidência do juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri. O crime aconteceu no dia 3 de junho de 2019, por volta das 21h30, na rua Joaquim Portugal, no Setor Maysa Extensão, em Goiânia.

Conforme denúncia do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), o denunciado e a vítima eram vizinhos, porém, passaram a ter inimizade, em razão de uma dívida de 5 reais. No dia do crime, a vítima passava pela rua quando viu o denunciado em frente à casa dele, e, mais uma vez, cobrou a dívida, instante em que ocorreu uma breve discussão porque o denunciado alegava que já havia quitado. Logo em seguida, a vítima foi para sua casa.

De acordo com o interrogatório do denunciado, logo após o desentendimento, entrou na sua casa e pegou um facão, se dirigindo posteriormente à casa da vítima para esclarecer o “mal entendido”, tendo o cuidado de esconder a arma em suas costas. Segundo o depoimento da companheira da vítima, tão logo que chegou em sua casa ouviu um homem o chamando. Ao sair na porta, a vítima foi surpreendida com um golpe de facão no pescoço. (Texto: Acaray Martins – Centro de Comunicação Social do TJGO)

  •    

    Ouvir notícia:

Programa de Linguagem Simples do TJGO