A 4ª Câmara Cível do  Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) manteve sentença da  juíza Zilmene Gomide da Silva Manzolli, da 1ª Vara  da Fazenda Pública Estadual,  que  condenou o Estado de Goiás a pagar indenização por danos morais no valor R$ 60 mil a um pedreiro preso ilegalmente e que permaneceu por mais de seis meses encarcerado.

Feriado municipal suspende as atividades nas comarcas de Aparecida de Goiânia, Araçu, Barro Alto, Estrela do Norte, Flores de Goiás, Goianápolis, Iaciara, Israelândia, Itajá, Itapirapuã, Maurilândia, Mossâmedes, Panamá, Serranópolis e Turvânia, amanhã (14).

A juíza substituta em segundo grau Sandra Regina Teodoro Reis está desde segunda-feira (12), e pelo prazo de 30 dias, prestando auxílio ao desembargador Kisleu Dias Maciel Filho, presidente da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO).

O juiz substituto do segundo grau Eudélcio Machado Fagundes coordenará, a partir das 18 horas desta segunda-feira (12), os trabalhos da segunda semana do plantão forense de novembro no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO).

Fale conosco sobre esta página