O Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), informa que os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania do Estado de Goiás estão realizando audiências e sessões de mediação por videconferência, na forma prevista no Decreto Judiciário 970/2020, que autoriza a realização de audiência de conciliação e de sessão de mediação por meio de videoconferência nos centros judiciários que atendem as causas de natureza cível e de família, durante a crise sanitária provocada pela COVID-19.

A Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) nomeou Francisca Evalda Bertolino, Sirlene de Oliveira Neves Carvalho e Suely Krauss Ribeiro para exercerem, respectivamente, as funções de Juiz de Paz, 1º e 2º Suplentes da comarca de Goianira, de entrância intermediária. Elas atuarão nas funções pelo prazo de três anos, observa o Decreto Judiciário nº 1.071/2020, publicado nesta sexta-feira (29), no Diário da Justiça Eletrônico, Edição 2998.  (Texto: Lílian de França – Centro de Comunicação Social do TJGO)

--

A Escola Judicial de Goiás (Ejug) promove, na próxima segunda-feira (1º), a partir das 19 horas, a terceira edição do ciclo de lives sobre assuntos pertinentes ao Poder Judiciário. Neste debate virtual será abordado o tema Processo Judicial Digital (PJD) Criminal, quando serão esclarecidas dúvidas sobre a implantação do sistema nas unidades judiciárias criminais.

O Município de Anápolis foi condenado a indenizar o feirante Albertino Rosa Santos pelo desabamento da cobertura do Feirão do Bairro Alexandria em cima de sua camionete, que estava próxima à sua banca de produtos alimentícios, enquanto participava da feira livre de domingo. Os danos morais foram fixados em R$ 5 mil, enquanto os materiais em R$ 5 mil e 700 reais, gastos com o conserto do veículo e também com a locação de um outro carro que foi usado no serviço de feira enquanto o seu automóvel permaneceu preso embaixo dos escombros.

Fale conosco sobre esta página