O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), por meio do Centro de Comunicação Social, firmou uma parceria com a Rádio Band News Fm (FM. 90.7) para a realização de um programa especial para dar voz às crianças que vivem em unidades de acolhimento de Goiânia. O programa será exibido neste sábado (12), data em que se comemora o Dia da Criança. 

Dois dos acolhidos apresentarão o jornal e outros três farão reportagens e entrevistas. Num clima descontraído, eles chamarão as matérias do dia e falarão sobre assuntos como o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), adoção e sonhos. “Eu gostei muito de entrevistar”, contou S., de 10 anos, que participou da atração, que será exibida das 9 às 10 horas. J., de 12 anos, um dos apresentadores, escolheu o nome Thiago Like, numa referência ao apresentador famoso Tiago Leifert. Já M., de 10, resolveu usar, em homenagem à irmã, o nome Sophia e acrescentou o Lori, por causa da atriz Sophia Loren.

“É muito bom essas crianças terem esta vivência porque exemplifica a profissão do jornalista e demonstra a elas um meio de comunicação que valoriza a fala dessas crianças, o que é muito importante”, afirmou Flávia Rodrigues Fernandes, coordenadora dos programas de convivência comunitária na unidade de acolhimento. “Elas se sentiram amadas, respeitadas, importantes e ouvidas. Foi um cenário muito bonito”, complementou.

Sonhos
Autor do projeto que encerra a programação da Semana da Criança no TJGO, o diretor de Comunicação Social do TJGO, Luciano Augusto de Souza Andrade, contou que a ideia é mostrar para a sociedade que estas crianças existem, que elas têm sonhos e anseios como todas as outras. Além disso, nossa intenção é demover o preconceito que cerca esses garotos e garotas que fogem do perfil preferido da adoção, ou seja, bebês brancos de até um ano. “Elas são crianças e só precisam de amor, de um olhar mais complacente por parte da coletividade”, observou.

Para Flávia Fernandes, é de “grande valia trazer esse olhar da comunidade para a criança abrigada, divulgando a realidade delas e trazer à tona o Estatuto da Criança e do Adolescente, além de promover uma reflexão, junto aos pais e responsáveis, sobre o que está no papel, que precisa ser cumprido e que muitas vezes é deixado de lado”.

A jornalista da Band News FM, Flávia Vinhal, responsável pela gravação com os abrigados, se emocionou com a iniciativa. “Fiquei muito comovida com a força dessa garotada, com a consciência delas. Elas sabem perfeitamente onde estão e porque estão. Elas têm sonhos e deixaram isso muito claro durante nosso programa. Valeu a pena, e eu estou muito satisfeita com o resultado. Fiquem todos ligados na Band News amanhã”, disse.

Casa de Acolhimento
A unidade onde as crianças vivem foi inaugurada em 2015 e recebe meninos e meninas de 0 a 12 anos, vítimas de abandono, maus-tratos e violência em geral, quando encaminhadas pelo Juizado da Infância e Juventude da capital. Além das garantias de proteção integral à criança e ao adolescente, conforme dispõe o Estatuto de Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/90), o objetivo do lugar é se aproximar da função de uma família na vida da criança, oferecendo a ela a possibilidade de desenvolvimento pessoal e social. (Texto: Aline Leonardo - Fotos: Aline Caetano - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página