A juíza da 1ª Vara de Família de Goiânia, Luciane Cristina Duarte da Silva, promoveu, nesta terça-feira (19), a primeira audiência virtual da unidade. Na ocasião, a magistrada, partes, promotor de justiça, advogados e conciliadora participaram de videoconferência, por meio da plataforma Zoom, para definir modificação da guarda de criança, em tutela de urgência, requerida pela mãe. Diante das peculiaridades e urgência do caso, a citação também foi feita por meio digital, com o aplicativo WhatsApp.

Inicialmente, a conciliadora judicial Camila Santos Ferreira tentou a conciliação, a qual restou infrutífera. Posteriormente, a juíza ouviu informalmente as partes e remeteu os autos ao Ministério Público, representado no ato pelo promotor William Cecílio Soukef Silva, para posterior análise do pedido de tutela de urgência requerida pela mãe da criança.  (Texto: Lilian Cury – Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página