O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Carlos Alberto França, participou na manhã desta segunda-feira (22) de reunião com dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil- Seção Goiás (OAB-GO). O encontro, por videoconferência, teve o objetivo de estreitar a comunicação entre o Poder Judiciário do Estado de Goiás e a OAB-GO. Na oportunidade, o desembargador Carlos Alberto França destacou as medidas adotadas pela administração do TJGO que visam maior eficiência e celeridade na prestação jurisdicional.

Dentre as medidas citadas pelo chefe do Poder Judiciário goiano aos representantes da OAB/GO, estão os estudos para a criação de varas de plantão para atendimento às comarcas, a realização de sessões virtuais de julgamento das Turmas Recursais e a brevidade na elaboração de procedimento de concurso público para a magistratura. “A determinação da Presidência do TJGO é que haja um esforço para digitalizar todos os processos que ainda tramitam de forma física ou híbrida”, ressaltou o presidente do TJGO.

Reconhecimento da OAB-GO

“Aplaudimos as medidas adotadas pelo presidente do TJGO, desembargador Carlos Alberto França, a exemplo da extensão da jurisdição, a aceleração dos processos de 1º e 2º graus, e a abrangência do acesso dos advogados aos magistrados, o que certamente resultarão em maior agilidade na entrega da prestação jurisdicional”, destacou o presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio Siqueira de Paiva.

Também estiveram presentes na reunião, os juízes auxiliares da Presidência, Reinaldo de Oliveira Dutra e Sirlei Martins da Costa; a secretária-geral da Presidência, Dahyenne Mara Martins Lima Alves; o diretor-geral do TJGO, Rodrigo Leandro da Silva; o membro do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), José Antônio Corrêa Trevisan; o secretário-geral da seccional goiana da OAB, Jacó Coelho, além dos presidentes das subseções da OAB-GO de Jataí, Rio Verde, Crixás, Ceres, Inhumas, Silvânia e Porangatu. (Texto: Carolina Dayrell / Fotos: Acaray Martins - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página