A programação do Encontro Regional dos Tribunais Estaduais do Centro-Oeste para discutir experiências dos Programas Justiça 4.0, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e sediado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), seguiu na manhã desta sexta-feira (8), no Salão Nobre da Presidência do TJGO. O encontro foi presidido pelos juízes auxiliares da Presidência do CNJ, Alexandre Libonati de Abreu e Fábio Ribeiro Porto.

A conferência, em formato híbrido, objetivou a apresentação e implantação da Plataforma Digital do Poder Judiciário (PDPJ) e do Sistema Codex, que alimenta a Base Nacional de Dados do Poder Judiciário (DataJud) de forma automatizada e transforma decisões e petições, em texto simples, a fim de ser utilizado como insumo de modelo para os projetos de inteligência artificial realizados pelos tribunais estaduais.

“Reitero a honra e satisfação do Poder Judiciário goiano em sediar esse evento tão importante, que acolhe o CNJ e os tribunais estaduais da nossa região Centro-Oeste”, disse o presidente do TJGO, desembargador Carlos França, durante o encontro, momento em que também agradeceu a presença e o envolvimento dos participantes e organizadores do evento.

O juiz auxiliar da Presidência do TJGO, Aldo Sabino, ministrou a apresentação do Tribunal goiano no evento, e destacou as ações do Poder Judiciário goiano para digitalizar suas unidades judiciais e a aplicabilidade do Sistema de Processo Judicial Digital (Projudi/PJD). “O compromisso do TJGO é trabalhar intensamente e de forma colaborativa, para adesão ao PDPJ, levando em consideração as dificuldades e obstáculos para a adequada adaptação ao sistema”.

Durante a apresentação, o diretor de Tecnologia da Informação do TJGO, Anderson Yagi, esclareceu que boa parte das funcionalidades do sistema PDPJ constam, também, do Projudi/PJD, e que as semelhanças serão facilitadores para as novas adequações. “Com base no classificador é possível a operação de um robô para que os atos das serventias sejam executados em velocidades extremamente altas”, informou.

Programação

A programação do evento seguiu com a apresentação dos Tribunais Estaduais do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, e de reunião com atores processuais para o debate da promoção da Justiça Digital, e o incremento da governança e eficiência do Poder Judiciário para a efetiva aproximação com o jurisdicionado e redução de despesas operacionais.

Também participaram do encontro, os juízes auxiliares da Presidência do TJGO, Jussara Cristina Louza e Reinaldo Dutra; a secretária-geral da Presidência do TJGO, Dahyenne Mara Martins; a diretora da Divisão de Engenharia e Software, Keila Sousa Silva; o diretor de Estatística e Ciência de Dados, Antônio Pires de Castro Júnior; a diretora de Planejamento Estratégico e Inovação, Mislene Medrado; o diretor de Planejamento e Programas da Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás (CGJGO), Clécio Marquez e a servidora Maria de Fátima da Silva, além de representantes do CNJ e dos Tribunais Estaduais do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. (Texto: Carolina Dayrell / Fotos: Wagner Soares - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Veja galeria de fotos

Fale conosco sobre esta página