O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Carlos França, designou 17 juízas e juízes para, de 22 a 26 de novembro, atuarem no Programa Justiça Ativa, de maneira telepresencial, por meio do aplicativo Zoom nos Juizados de Violência Doméstica de Goiânia e Aparecida de Goiânia, e nas comarcas de Trindade, Rio Verde, Novo Gama e Goiatuba.

Conforme o Decreto Judiciário nº 2.558/2021, três juízas e igual número de juízes atuarão no 4º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Goiânia: juiz Wilson da Silva Dias, de Goiânia, no dia 24; juíza Fláviah Lançoni Costa Pinheiro, de Goianira, dias 23 e 25; juíza Raquel Rocha Lemos, de Morrinhos, nos dias 23 e 24; juiz João Corrêa de Azevedo Neto, de Ipameri, nos dias 23 e 25; juíza Denise Gondim de Mendonça, de Araçu, nos dias 22 e 23; e juiz Pedro Ricardo Morello Godoi Brendolan, de Buriti Alegre, nos dias 22, 23, 25 e 26.

Em Aparecida de Goiânia, a escala para o Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher é a seguinte: juízas Fláviah Lançoni Costa Pinheiro, de Goianira, e Telma Aparecida Alves, de Goiânia, além do juiz Rodrigo de Castro Ferreira, de Rio Verde, no dia 22; juíza Soraya Fagury Brito, de Goiânia, dia 23; juiz Alessandro Pereira Pacheco, de Goiânia, dias 23 e 26; juiz Leônys Lopes Campos da Silva, de Goiânia, dia 24; juíza Renata Farias Costa Gomes de Barros Nacagami, de Pirenópolis; dia 25; juíza Marianna de Queiroz Gomes, de Mozarlândia, dias 25 e 26; e juíza Lígia Nunes de Paula, de Anicuns, dia 26.

De acordo com o decreto, atuarão na comarca de Trindade as juízas Mônica Miranda Gomes de Oliveira, de Ipameri, dia 25; e Marcella Caetano da Costa, de Goianápolis, dias 23 e 24; e, o juiz Everton Pereira Santos, de Goiânia, dia 26.

O Decreto Judiciário nº 2.558/2021 foi publicado nesta quarta-feira (13), no Diário da Justiça Eletrônico, Edição nº 3331, Suplemento, Seção I. (Texto: Lílian de França – Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página