O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Walter Carlos Lemes, empossou na manhã desta segunda-feira (11), o desembargador Marcus da Costa Ferreira, o juiz Clauber da Costa Abreu e a desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, nas funções de diretor da Escola Judicial de Goiás (Ejug), vice-diretor da Ejug, e presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, respectivamente. A solenidade aconteceu no Salão Nobre da Presidência e contou com a presença de desembargadores, magistrados, diretores de área, servidores do Poder Judiciário, familiares e amigos dos empossados.


Primeira a falar, a desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis expressou a alegria em ocupar novamente o cargo no novo biênio. “Quando eu assumi a coordenadoria eu vi o tanto que é necessário o Poder Judiciário participar dessas campanhas de violência contra a mulher”, ressaltou a desembargadora. Ela lembrou que durante os dois anos em que esteve à frente da coordenadoria, muito foi feito. “Conseguimos o apoio  do Estado, da Prefeitura de Goiânia e de ONGs. E, assim, temos feito um bom trabalho”, disse, ao agradecer todos que se empenharam e a ajudaram neste  período.



Ainda de acordo  com a desembargadora, os próximos dois anos serão de muito trabalho “e, consequentemente, de bons resultados. Prometo ao senhor, presidente, que vamos continuar trabalhando muito, tentando até o impossível, para sempre surtir o efeito positivo. Além disso, vamos perseguir também as metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)”, destacou, ao lembrar que a melhor nota que a coordenadoria atingiu foi 162%. “Vamos tentar continuar dessa forma”, concluiu ela.

Novo diretor da Ejug

O novo diretor da Ejug, desembargador Marcus da Costa Ferreira,  agradeceu ao desembargador-presidente a confiança ao escolher ele o juiz Clauber Abreu para as novas funções. “Há sete anos eu era juiz da comarca de Anápolis e estava extremante satisfeito naquela comarca. E o desembargador Gerson, meu amigo, insistiu para eu vir para Goiânia e eu vim. Estando em Goiânia como juiz substituto em segundo grau eu já comecei a me apaixonar pela ideia de ser desembargador e foi o que aconteceu. Agora, vossa excelência vem e me propicia outro horizonte, ao  convidar-me para assumir a direção da Escola Judicial – na qual eu já estive como vice-diretor – me faz sonhar de novo”, confidenciou.

 

“A nossa capacidade de sonhar é ilimitada. Quando  menos percebemos, os desafios aparecem e os sonhos acompanham. E hoje nós estamos sonhando com uma Escola grande, e, não tenha dúvida de que se conseguirmos caminhar, alguns passos que sejam, a fim de aprimorar o nosso sistema de formação e aperfeiçoamento de magistrados e servidores, já teremos sim atingido aquilo que é expectativa de vossa excelência ao nos confiar essa atribuição”, completou.

Antes de encerrar a solenidade, o presidente Walter Carlos Lemos afirmou que “o sonho pode se tornar realidade”. Segundo ele, se a pessoa acredita em Deus e em si mesmo, e, além disso, nunca desiste de seus ideais, ele chegará aonde quiser. “Aqui, o senhor tem nosso total apoio para que o sonho possa se tornar realidade”, frisou ao se referir ao desembargador Marcus Ferreira. “Também quero agradecer ao desembargador Gerson Santana Cintra pelo belo trabalho que fez à frente da Escola e não queremos que o senhor fique ausente deste projeto, que será conduzido  pelo desembargador Marcus. Quero que Goiás passe a ter também uma Escola Judiciaria à altura do Poder Judiciário brasileiro”.



Ao finalizar o discurso, Walter Carlos Lemos também se colocou à disposição da Coordenadoria da Mulher. “A desembargadora Sandra é uma figura ímpar e tem o mesmo estilo do pai – Teodoro Fenelon Reis. Ela é enérgica, pontual, cumpre suas obrigações e uma pessoa determinada”, concluiu.

Na mesma solenidade, a desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis foi homenageada pela servidora da Coordenadoria da Mulher, Lucelma Messias, e pela servidora de seu gabinete, Édila Rezende.

Além do presidente do TJGO e dos empossados, compuseram a mesa o corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Kisleu Dias Maciel Filho;  o ouvidor do Poder Judiciário do Estado de Goiás, desembargador Carlos Alberto França e Anna Vitória Caiado, que representou o governador Ronaldo Caiado na solenidade.  (Texto: Arianne Lopes / Fotos: Aline Caetano – Centro de Comunicação Social do TJGO)

Veja a galeria de fotos

Fale conosco sobre esta página