A comarca de Goiânia está recebendo currículos de estudantes ou bacharéis em Direito interessados em trabalhar voluntariamente. De acordo com a Diretoria do Foro, os interessados precisam enviar o currículo e apresentar a documentação exigida (Portaria nº 52/19). Eles também passarão por uma entrevista. Os voluntários atuarão nos fóruns Cível e Criminal e nos prédios dos Juizados, e deverão cumprir uma carga horária entre 10 e 25 horas por semana. O currículo pode ser encaminhado para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. (Centro de Comunicação Social do TJGO).



Na tarde desta quinta-feira (12), o presidente da Comissão Permanente de Gestão Estratégica do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), conselheiro Richard Pae Kim, comunicou ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Carlos França, que o Poder Judiciário goiano foi reconhecido como ganhador do Selo Diamante no Prêmio CNJ de Qualidade 2022.

O juiz Marcos Boechat Lopes Filho, em substituição eventual e diretor do Foro da comarca de Corumbá de Goiás, determinou, nesta sexta-feira (13), a instauração de sindicância, em caráter sigiloso, para apurar o possível envolvimento de servidor daquela comarca nos atos ocorridos em Brasília. No dia 8 de janeiro de 2023, um grupo de manifestantes realizou ataques aos três Poderes da República, que culminaram na invasão e depredação dos prédios do Supremo Tribunal Federal, do Congresso Nacional e do Palácio do Planalto.

Os desembargadores José Carlos de Oliveira, Edison Miguel da Silva Júnior e Marcus da Costa Ferreira são os responsáveis pelo plantão judiciário em segundo grau, compreendendo o período de 16 a 23 de janeiro de 2023. José Carlos atuará nos feitos de competência exclusiva do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Já Edison Miguel e Marcus da Costa, pelas demais questões, respectivamente, na Unidade I e Unidade 2. O primeiro plantonista foi designado pelo Decreto Judiciário nº 25/2023 e os dois últimos pelo Decreto Judiciário nº 26/2023.

  •    

    Ouvir notícia: