Uma clínica cirúrgica e maternidade de Goiânia, e um médico da unidade hospitalar foram condenados, solidariamente, a indenizar uma mulher pela não realização de uma laqueadura tubária que deveria ter sido feita durante o parto de seu terceiro filho. Na sentença, o juiz Liciomar Fernandes da Silva, da 2ª Vara Cível, Fazendas Públicas, Registros Públicos e Ambiental da comarca de Trindade, fixou a indenização por danos morais em R$ 8 mil, por entender que houve falha no atendimento médico-hospitalar, salientando que a requerente terá que se submeter a novo procedimento cirúrgico para a realização da laqueadura que poderia ter sido feita quando do parto de seu último filho.

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO),desembargador Carlos Alberto França, designou a juíza substituta em segundo grau Doraci Lamar Rosa da Silva Andrade para atuar na vaga desprovida de titular da 3ª Câmara Cível e 1ª Seção Cível, no período de 8 a 14 de abril, durante o afastamento legal de Wilson Safatle Faiad, atual respondente.

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Carlos Alberto França, por meio do Decreto Judiciário 965/2021, designou nova composição do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerária do Estado (GMF/GO). O documento foi publicado na edição eletrônica do Diário da Justiça desta quinta-feira (8).

A Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) nomeou Raphaella Dias de Sousa Andrade e Whocton Gleison Gonçalves da Silva para exercerem as funções de 1º e 2º suplentes de Juiz de Paz da comarca de São Miguel do Araguaia, até o período estabelecido pelo Decreto Judiciário nº 1.269/2018, mantidos os demais fundamentos.

Fale conosco sobre esta página