A juíza Lília Maria de Souza, da 1ª Vara Cível da comarca de Rio Verde, julgou procedente o pedido de um motorista de aplicativo e condenou os pais de uma adolescente ao pagamento de R$ 15 mil por danos morais. A adolescente afirmou que o motorista a havia roubado e agredido. Ainda na sentença, os pais de uma colega da adolescente também foram condenados a pagar R$ 7,5 mil. Condenou, também, o quinto requerido ao pagamento de indenização por danos morais em R$ 7,5 mil, totalizando R$ 30 mil em indenizações.

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Walter Carlos Lemes, assinou despacho para habilitar pagamento a quase 2.5 mil credores de precatórios. A medida, que propiciou alcance inédito, foi possibilitada por meio de Acordo Direto com o Estado de Goiás, nos termos da Lei 17.034/10.

A Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás informa aos advogados e demais interessados que a sessão do Conselho Superior da Magistratura, que seria realizada na segunda-feira (3), foi adiada. Assim que for confirmada uma nova data, a Presidência do TJGO fará a divulgação. (Centro de Comunicação Social do TJGO)

A Escola Judicial de Goiás (EJUG) promove pesquisa para conhecer a intenção dos magistrados e servidores das mais diversas áreas do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) em obter bolsas de estudo para pós-graduação Lato Sensu e/ou Stricto Sensu.

Fale conosco sobre esta página