O titular da comarca de Flores de Goiás,  juiz Marco Antônio Azevedo Jacob de Araújo, foi designado, pelo Decreto Judiciário nº 1.125/2019, para responder pela 2ª Vara Criminal e pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar, ambos de Luziânia, até o provimento das respectivas unidades judiciárias.

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), por unanimidade de votos, suspendeu a eficácia do artigo 1º, parágrafo 3º, da Resolução nº 100, de 23 de janeiro de 2019. Dessa forma, as intimações, despachos, decisões interlocutórias, sentenças e acórdãos, proferidos após 31 de março, sejam republicados no Diário de Justiça Eletrônico. A medida também prevê a remessa dos autos à Corregedoria-Geral da Justiça para fins de consulta ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) concedeu aposentadoria voluntária a duas servidores de comarcas do interior: Maria Aparecida Alves de Oliveira, de Aparecida da Goiânia, no cargo de Escrevente Judiciário II e Marilene Alves de Oliveira Queiros, de Araçu, no cargo de Depositário Judiciário I.

O Juizado da Infância e Juventude de Luziânia promoveu, nos dias 8 e 10 deste mês, audiências concentradas nas quatro instituições de acolhimento do município. A iniciativa, promovida pela juíza titular da unidade, Célia Regina Lara, visa a promover reavaliação periódica da situação jurídica e psicossocial das crianças e adolescentes que se encontram em regime de acolhimento institucional e familiar.

Fale conosco sobre esta página