A coordenadora do 2º CEJUSC de Anápolis, juíza Aline Vieira Tomás, reuniu com representantes de comissões da OAB local, na quarta-feira (13), para tratar sobre os feitos pré-processuais no CEJUSC. Conforme a magistrada, foram demonstradas as vantagens de se priorizar uma demanda pré-processual, enfatizando-se a desburocratização do procedimento, facilidade de acesso e tramitação dos processos no PJD, como também celeridade, ausência de custas processais, e rápida entrega de um título executivo judicial. No encontro também foram discutidas melhorias a serem implementadas nessa fase processual, o que levou os participantes a constituírem um grupo de estudos para viabilizar sua plena utilização.

O prédio do Fórum da comarca de Serranópolis está sem energia nesta sexta-feira (15). Segundo informação da diretoria do Judiciário local, não há previsão de normalização.

O Núcleo de Responsabilidade Social e Ambiental do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) está desde terça-feira (12) sob a coordenação da desembargadora Elizabeth Maria da Silva. Também passaram a compor a unidade, os diretores de área do TJGO, Cássia Aparecida de Castro Alves (Administrativa), Fernanda Rassi Jungmann Arantes (Recursos Humanos) e Luiz Cláudio Dias Ferreira (Obras). O Decreto, de nº 508/2019, foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico, Edição nº 2686, Suplemento – Seção I. (Texto:Lílian de França – Centro de Comunicação Social do TJGO)

A presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, recebeu nesta quinta-feira (14), o juiz Carlos Luiz Damacena, do 2º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da comarca de Goiânia, e a coordenadora do curso de direito da Universidade Salgado de Oliveira, Antônia Chaveiro Martins, para tratar sobre a 13ª Semana Pela Paz em Casa.

Fale conosco sobre esta página