A empresa Miranda Empreendimentos Imobiliários terá de devolver R$ 26 mil a Wilson Divino da Silva, que comprou um lote em Senador Canedo mas não conseguiu pagar todas as parcelas. Ele havia quitado 48 prestações, mas a imobiliária rescindiu o contrato tomando posse do lote e não devolveu os valores pagos pelo cliente. A decisão, unânime, é da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Foi relator o desembargador Zacarias Neves Coelho.

O diretor do Foro da comarca de Goiânia, juiz Wilson da Silva Dias, recebeu na manhã desta quarta-feira (31) representantes da Ordem dos Advogados do Brasil- seção Goiás (OAB-GO), que se manifestaram, em nome daquela instituição, preocupação sobre a prorrogação dos prazos processuais das unidades judiciárias da comarca de Goiânia que passam pelo processo de digitalização. Na oportunidade, o magistrado informou sobre as novas ações que serão adotadas para dinamizar o processo de digitalização na comarca de Goiânia.

A audiência preliminar criminal da ação que apura o envolvimento de Ana Cristina Brasil da Silva e João Marcos Brasil da Silva no homicídio de Jucimar dos Santos Bezerra teve continuidade nesta quinta-feira (1º), na 1ª Vara Criminal de Goiânia. João Marcos permaneceu em silêncio, não respondendo a nenhuma pergunta. Ana Cristina negou que tenha mandado matar o marido por causa de um seguro de vida. Eles foram denunciados pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) pela morte de Jucimar Bezerra, ocorrida por volta das 19 horas de 6 de agosto de 2015, na Rua Gyn 20, Condomínio Mansões Eldorado. Os dois estão presos na Casa de Prisão Provisória.

O programa Acelerar – Núcleo Previdenciário está nesta quarta e quinta-feiras (31 e 01) na comarca de Bela Vista para a designação de cerca de 160 audiências. A iniciativa é do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) e tem como objetivo tornar ágil o julgamento de ações repetitivas e complexas de natureza previdenciária. 

Fale conosco sobre esta página