Dando cumprimento ao Provimento nº 32/2013, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Juizado da Infância e da Juventude começou na segunda-feira (28) o mutirão de audiências concentradas, com prosseguimento dos trabalhos até 27 de abril.

Cumprindo resolução do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), a partir desta sexta-feira (1º/4), começa o rodízio de seis meses dos juízes que atuam nas Varas de Crimes Dolosos contra a Vida de Goiânia.

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, desembargador Leobino Valente Chaves, expediu o Decreto Judiciário nº 552/2016, suspendendo o atendimento ao público e os prazos processuais no 4º Juizado Especial Cível da comarca de Goiânia, no período de 4 a 6 de abril. A decisão atendeu solicitação do diretor do Foro da comarca de Goiânia, juiz Wilson da Silva Dias, que justificou a necessidade de realizar durante esse período a readequação do espaço físico nas dependências daquela unidade judiciária.

O expediente na comarca de Nerópolis será normal hoje. A dedetização que estava programada para ser realizada a partir das 16 horas desta sexta-feira foi suspensa.

Fale conosco sobre esta página