Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), José Paganucci Júnior e Nicomedes Domingos Borges foram homenageados, nesta segunda-feira (17), em sessão solene na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego).

José Paganucci recebeu o Título de Cidadão Goiano e Nicomedes Domingos a Medalha Pedro Ludovico Teixeira. A iniciativa foi do deputado Álvaro Guimarães.

Em seu discurso, o deputado destacou a trajetória profissional e a contribuição ao Estado de Goiás dos dois homenageados. “Em cinco mandatos que me foram conferidos, este é o primeiro título que entrego, o que revela a importância da homenagem”, afirmou o parlamentar. Ele também expressou seu orgulho por homenagear Nicomedes. “Esta não é apenas uma sessão de entrega de medalhas. Cada homenagem desta revela um pouco da história de nosso Estado. E vocês fazem parte dela. Ambos tem consolidado por onde passam”, frisou.

O deputado destacou também a atuação dos dois desembargadores no Poder Judiciário. “Eles sempre foram pautados pela ética e pela moralidade, procurando praticar uma justiça caridosa em benefícios dos excluídos da sociedade”, completou.

Ao discursar em seu nome e em nome do outro homenageado, o desembargador José Paganucci Júnior salientou que a Medalha Pedro Ludovico Teixeira, a maior honraria concedida pelo Legislativo goiano, é um reconhecimento aos serviços prestados ao Estado, por isto deve ser motivo de muito orgulho para quem a recebe.

Quanto ao Título de Cidadão Goiano, Paganucci afirmou que é uma espécie de retribuição “ao filho adotado por este Estado”. Emocionado, disse que “o sentimento é de orgulho, mas também de muita humildade".

"Fica o compromisso de me dedicar com mais afinco ainda ao povo deste Estado, pois agora sou um ‘goiano de pé rachado’. Não nego minhas origens paulistas, mas agora me sinto honrado por ser um cidadão goiano”, afirmou.

Perfil dos desembargadores
Formado pela Faculdade de Direito Riopretense (Fadir), de São José do Rio Preto (SP), José Paganucci, de 56 anos, chegou ao Tribunal de Justiça goiano após 27 anos dedicados à magistratura. Antes de exercer a função judicante, advogou em Quirinópolis e região, de 1977 a 1983.

Na sequência, depois de ingressar na magistratura, Paganucci foi juiz titular das comarcas de Cachoeira Alta, Niquelândia e Itumbiara, onde trabalha desde fevereiro de 1989. Como juiz substituto, atuou em Paranaiguara, São Simão, Caçu, Quirinópolis, Bom Jesus, Goiatuba, Panamá e Buriti Alegre. Participou ainda de vários seminários e cursos na área penal, trabalhista e previdenciária.

Nicomedes Domingos Borges foi nomeado desembargador pela vaga do 5º Constitucional, no dia 15 de abril de 2013, quando passou a integrar o quadro de associados da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego). Natural de Itumbiara, o magistrado tem 60 anos, sendo 15 deles dedicados à advocacia no Sul do Estado. (Texto: Arianne Lopes, com informações do site da Alego / Foto:Y. Maeda - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página