Professoras são condenadas a indenizar por envio de correspondência com conteúdo ofensivo

1e4f37c1-1161-4449-9991-9df322121d3fA interpretação do tom das brincadeiras, conforme nomeiam suas atitudes ofensivas, não as exime de responder civilmente pela dor moral. Esse foi o entendimento da juíza Joyre Cunha Sobrinho, da 1ª Vara Cível, de Família, Sucessões e da Infância e da Juventude da comarca de Novo Gama, que condenou as professoras Maria do Socorro Silva Carvalho e Elizange do Carmo Silva a pagarem, cada uma, o valor de R$ 4 mil, por danos morais, à Áurea Fernandes dos Santos, em razão de terem enviado conteúdo com mensagem ofensiva a também mestra.

Leia mais...
 
 

Justiça condena homem que arrancou pedaço da orelha de amigo por ciúmes dele com a namorada

martelo da justiça 3O pedreiro Julismar Alves dos Santos foi condenado a quatro anos e um mês de reclusão,  a serem cumpridos em regime fechado, por ter brigado com o seu amigo  Alex dos Santos Sousa e arrancado 1/3 de sua orelha esquerda no dente, por ciúmes da namorada. A sentença é do juiz Rodrigo de Castro Ferreira, da 1ª Vara Cível, Criminal e da Infância e da Juventude da comarca de Goiatuba, e  tomada na Ação Penal Pública Incondicionada oferecida pelo Ministério Público de Goiás (MPGO).

Leia mais...