O juiz Eduardo Perez Oliveira e as equipes do Núcleo de Apoio Técnico do Judiciário (Nat-Jus) e do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Saúde (Cejusc da Saúde) participaram de oficina de treinamento do Hospital Sírio-Libanês sobre o e-NatJus. O curso foi realizado na última quinta-feira (7), das 9 às 17 horas, em Goiânia.

O e-NatJus é uma plataforma digital que oferece base científica para as decisões dos magistrados de todo o País quando precisam julgar demandas de saúde. O Hospital Sírio-Libanês tem promovido, em 2019, oficinas com os Nat-Jus de várias regiões do Brasil. O projeto é uma parceria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com o hospital. As atividades práticas incluem discussões sobre saúde baseada em evidências, atividades práticas para elaboração de notas técnicas reais e uso do sistema e-NatJus com foco em sua nova funcionalidade, a solicitação de tutoria.

Para o magistrado Eduardo Perez Oliveira, que é presidente do Comitê Executivo Estadual do Fórum Nacional de Saúde do Judiciário e coordenador do Nat-jus, a oficina foi muito positiva e, mesmo como leigo, conseguiu aprender muito sobre ensino, pesquisa e evidência em saúde e métodos. “O curso teve um viés bastante técnico, voltado para pesquisa e uso do sistema. Esse aspecto demonstrou bem como funciona a medicina baseada em evidência, fornecendo mais subsídios para os profissionais do Nat-Jus poderem elaborar os pareceres conforme as melhores evidências atuais.” O presidente do Comitê e coordenador do Nat-jus também acredita que o “o sistema traz para o Nat-Jus o acesso a conhecimento de ponta da área de saúde baseada em evidência e, por consequência, entrega ao magistrado pareceres melhores”. (Texto: Daniela Becker / Foto: arquivo Nat-Jus - Centro de Comunicação Social do TJGO).

 

Fale conosco sobre esta página