Hidrolândia recebeu, na manhã desta quinta-feira (10), sua sede própria do Poder Judiciário, entregue toda equipada e mobiliada. Com 1,1 mil metros quadrados de construção e capacidade para abrigar uma vara e um juizado integrado, o prédio foi construído em terreno doado pelo município.

Com esta inauguração, a atual administração do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) dá mais um passo rumo ao cumprimento da meta de levar a todas as comarcas o benefício da sede própria, restando apenas oito municípios a serem contemplados: São Luiz de Montes Belos, Iaciara, Ceres, Rialma, Planaltina, Padre Bernardo, Morrinhos e Itajá.

Em seu discurso, o presidente do TJGO, desembargador Leobino Valente Chaves, destacou que as todas obras inauguradas foram construídas com recurso do Tribunal de Justiça, oriundos do Fundo de Reaparelhamento e Modernização do Judiciário (Fundesp). Ele ressaltou também que a partir de agora o atendimento aos usuários da Justiça terá melhor qualidade e maior celeridade. “Isso porque outro será o ambiente de trabalho, com modernos equipamentos e instalações mais adequadas às necessidades dos serviços administrativos e às exigências dos procedimentos judiciais, sobretudo no que se refere à tramitação processual”, frisou.
Presidente

 

“Agora, poderá ser oferecida uma prestação jurisdicional de melhor qualidade e com maior presteza aos usuário”, comemorou a juíza e diretora do Foro, Wilsianne Ferreira Novato. “Esta nova casa do Poder Judiciário representa a concretização dos anseios do povo desta resta região. A obra dará mais conforto aos hidrolandenses que vêm buscar seus direitos junto ao Poder Judiciário, bem como aos servidores, uma vez que o antigo prédio não mais atendia às necessidades da população”, afirmou.

O subprocurador-geral do Estado, Ricardo Maciel Santana, que na solenidade representou o governador Marconi Perillo, deixou clara a importância de uma gestão que se preocupa com servidores e jurisdicionados, que visa acima de tudo, o bem comum. “O presidente do TJGO merece os nossos cumprimentos pelo bem que está fazendo por Goiás. Não tem como mensurar a importância de obras em cada cidade”, ressaltou. Segundo ele, cada inauguração mostra que a Justiça goiana está empenhada em atender bem o seu usuário, além de ser mais acessível à população que será atendida de forma rápida e digna.

Já o prefeito José Lima Cruvinel agradeceu o bom trabalho desempenhado pela juíza Wilsianne na comarca. “Esta Casa não representará nada à população se o juiz não interagir com a comunidade. Hoje vemos a justiça mais próxima do povo”, frisou. “Obras boas atraem investimentos”, afirmou, ao dizer que o novo fórum trouxe também desenvolvimento para a cidade.

Homenagem

Durante a solenidade, o presidente Leobino Chaves; a corregedora-geral da Justiça de Goiás, desembargadora Beatriz Figueiredo Franco; a juíza Wilsianne Novato; e a promotora de Justiça da comarca, Sandra Monteiro de Oliveira Lima, receberam o Título de Cidadão Hidrolandense, em razão dos relevantes serviços prestados ao município. A deferência foi entregue pelo presidente da Câmara Municipal, Fernando Guedes Pereira.

Também participaram da solenidade de inauguração Stenius Lacerda Bastos, diretor-geral do TJGO; Euzébio Ribeiro de Faria, diretor-administrativo do TJGO; o juiz-auxiliar da Presidência, Wilson da Silva Dias; juiz-auxilar da Corregedoria-Geral da Justiça de Goiás, Carlos Magno Rocha da Silva, que representou a corregedora-geral Beatriz Figueiredo Franco; os juízes substitutos em segundo grau Maurício Porfírio Rosa e José Carlos de Oliveira; os juízes Ari Ferreira de Queiroz, Ricardo Teixeira Lemos, Marcelo Pereira de Amorim e Sebastião Fleury. O juiz Paulo César Alves das Neves, representou o presidente da Associação dos Magistrados de Goias, Gilmar Luiz Coelho. (Texto: Arianne Lopes / Fotos: Hérnany César - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página