O Município de Senador Canedo foi condenado a indenizar um ex-servidor que se feriu gravemente durante trabalho prestado à Prefeitura. O homem, que era ajudante de pedreiro, estava em desvio de função quando operava uma serra elétrica e perdeu três dedos da mão direita. Conforme sentença do juiz da 2ª Vara da comarca, Thulio Marco Miranda, o Poder Público deverá pagar R$ 30 mil, de danos morais e estéticos, e pensionamento mensal no valor de um salário mínimo.

Conforme dispõe a Portaria nº 54, de 27 de março de 2019, o juiz Donizete Martins de Oliveira estará à frente do plantão na Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás, a partir das 18h01 desta quarta-feira (17) até às 07h59 de segunda-feira (22), durante o feriado da Semana Santa, período em que o expediente forense estará suspenso no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). De acordo com a portaria, o atendimento será realizado nas situações de emergência, afetas tão somente aos procedimentos de natureza administrativa da alçada da CGJGO. (Texto: Myrelle Motta - Diretora de Comunicação da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás)

 

O juiz substituto em segundo grau, Wilson Safatle Faiad, manteve sentença da comarca de Alvorada do Norte contra empresa contratada pelo Bradesco como correspondente bancário,  e que não havia cumprido o contrato estabelecido entre ambos.

O Comitê de Enfrentamento das Demandas Repetitivas – Programa Acelerar passou a ser coordenado, desde segunda-feira (15), pelo desembargador Guilherme Gutemberg Isac Pinto. Também passaram a compor o comitê o juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, Cláudio Henrique Araújo de Castro, e o juiz auxiliar da Corregedoria- Geral da Justiça do Estado de Goiás, Aldo Guilherme Saad Sabino de Freitas.

Fale conosco sobre esta página