O diretor do Foro da comarca de Goiânia, juiz Paulo César Alves das Neves, e sua equipe de coordenadores visitaram a obra que abrigará o 1º e 2º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) no Fórum Cível Dr. Heitor Moraes Fleury. Eles conversaram com o responsável pela construção, conferiram o andamento e verificaram a disposição das salas no local, previsto para ser inaugurado no início de 2020. O 1º Cejusc, destinado aos juizados e causas cíveis de 1º grau da comarca de Goiânia, atualmente funciona no Fórum Criminal Desembargador Fenelon Teodoro Reis e o 2º Cejusc, exclusivo para causas de Família, já está no Fórum Cível. 

O espaço foi projetado para garantir mais conforto e melhor acolhimento aos jurisdicionados. “Com esse lugar, buscamos oferecer um tratamento mais digno, ético e com maior urbanidade à população que procura o Judiciário goiano. Nosso foco é cuidar do atendimento prestado ao jurisdicionado”, defende o diretor do Foro, juiz Paulo César Alves das Neves. O diretor pontua que, especialmente no Cejusc de Família, o atendimento será ampliado na nova estrutura, com salas de mediação mais adequadas e confortáveis para receber os familiares envolvidos na causa.

No Fórum Cível, o Cejusc contemplará 30 bancas, sendo 26 salas de conciliação e quatro de mediação, mais amplas para comportar o número maior de participantes. Haverá a unificação das secretarias em um único atendimento, respeitando as áreas de atuação, o que resultará na otimização da estrutura e também dos recursos humanos. (Texto: Daniela Becker / Foto: Diretoria do Foro - Centro de Comunicação Social do TJGO).

 

 

Fale conosco sobre esta página