O presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Walter Carlos Lemes, prorrogou, até o dia 14 de junho, os Decretos Judiciários nº 632, 645, 866 e 980, que suspenderam os prazos dos processos físicos. Autos digitais seguem tramitando normalmente, bem como o plantão judicial. Fica, também, mantido o regime de trabalho remoto de magistrados e servidores.

 As informações constam do Decreto Judiciário nº 1.059, de 26 de maio. A suspensão pode ser ampliada ou reduzida para adequação à possível alteração proposta pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). (Texto: Lilian Cury - Centro de Comunicação Social do TJGO)

 

 

Fale conosco sobre esta página