O governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado, nomeou na tarde desta segunda-feira (16), o advogado Anderson Máximo de Holanda para, em caráter vitalício, exercer o cargo de Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). A vaga é destinada a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) por meio do Quinto Constitucional.

Anderson Máximo foi escolhido nesta segunda-feira (16) pelo Órgão Especial do TJGO para compor a lista tríplice dos concorrentes ao cargo, ao lado dos advogados Alexandre de Morais Kafuri e Antônia de Lourdes Batista Chaveiro Martins. A sessão extraordinária foi realizada por videoconferência e transmitida pelo Youtube.

A lista tríplice foi entregue ao governador Ronaldo Caiado pelo presidente do TJGO, desembargador Walter Carlos Lemes, que esteve acompanhado do presidente eleito do Tribunal, desembargador Carlos Alberto França, do desembargador Guilherme Gutemberg;  do presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio Siqueira de Paiva; do defensor público geral do Estado, Domilson Rabelo da Silva Júnior;  e da presidente da Asmego, juíza Patrícia Carrijo. Conforme o presidente do TJGO, desembargador Walter Carlos, a lista tríplice entregue ao governador constava de nomes da mais alta qualificação da classe de advogados. "O governador teve uma tarefa difícil ao ter que, por dever constitucional,  escolher um entre três nomes tão qualificados da advocacia goiana. Desejo ao novo colega da magistratura, o advogado Anderson, que figurou em primeiro lugar em todas as listas, que seja muito bem-vindo ao Judiciário goiano, hoje um Tribunal reconhecido nacionalmente, e que passa a contar com sua dedicação, inteligência e sensatez" .




Perfil
Anderson Máximo de Holanda, de 46 anos, é advogado, procurador do Estado, ex-procurador-geral de Goiás, ex-presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/GO 2016-2018 e ex-secretário da Casa Civil do governo Ronaldo Caiado. 

Formou-se em Direito pela Universidade Federal de Goiás, instituição onde se especializou em direito constitucional e direito do trabalho. Já exerceu a função de Assessor Jurídico do Contencioso da Procuradoria-Geral do Município de Goiânia, tendo sido ainda Chefe do Contencioso Tributário da Procuradoria-Geral do Município de Anápolis – GO. 

Em 2009, Máximo chegou ao posto de Procurador-Geral do Estado, durante o governo de Alcides Rodrigues, onde permaneceu até 2010. 

Também chefiou a Advocacia Setorial da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás e Secretaria de Contratos, Convênios e Projetos Institucionais da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás e integrou os Conselhos de Administração da Celg e Saneago, exercendo posteriormente os cargos de presidente da CIPA. 

Em janeiro de 2019, assumiu a chefia da Casa Civil do governo de Ronaldo Caiado, de onde saiu para concorrer ao cargo de desembargador. (Texto: Lílian de França / Foto: Apeg – Centro de Comunicação do TJGO).

 

Fale conosco sobre esta página