O sistema de Juizados Especiais do Estado de Goiás, em breve, vai ganhar força de trabalho com a contratação de 80 juízas e juízes leigos. Esses profissionais atuam em audiências, contribuem na instrução de processos e na elaboração de minutas de sentenças, dentre outras atividades supervisionadas pelas magistradas e magistrados titulares das unidades. A primeira etapa do concurso público reuniu cerca de mil candidatas e candidatos, em Goiânia, neste domingo (07), para prestarem a prova objetiva. 

A desembargadora Beatriz Figueiredo Franco e o desembargador Sebastião Luiz Fleury Júnior coordenam o plantão judiciário em segundo grau, de 8 a 15 de agosto. Beatriz Franco atuará exclusivamente nos feitos de competência exclusiva do Órgão Especial, ficando Sebastião Fleury responsável pelas demais questões do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO).

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, por meio do Centro de Comunicação Social, ficou em primeiro lugar na categoria Comunicação de Interesse Público no 20º Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça (PNCJ) 2022, com o projeto “Liga dos Heróis Comuns (mas especiais)”. O resultado foi anunciado na noite dessa sexta-feira (5) em cerimônia realizada na cidade do Rio de Janeiro (RJ). O projeto vencedor era um dos três classificados para a final nesta categoria. O TJGO ainda conquistou o segundo lugar na categoria fotografia com o projeto "Ancestralidade Kalunga".

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) revogou, nesta quinta-feira (4), a ordem de suspensão do 57º Concurso Público de Juiz Substituto do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO). Com a decisão do CNJ, o TJGO dará continuidade ao certame, com a reabertura do prazo para apresentar recurso contra o resultado provisório das provas discursiva e de sentenças.