Propor ações que visem o cumprimento das Metas e Diretrizes Estratégicas de 2021 e a construção conjunta da Estratégia Nacional das Corregedorias para 2022. Com esse viés, a Corregedoria Nacional de Justiça do CNJ realizará nesta segunda e terça-feira, 21 e 22, o 5º Fórum Nacional das Corregedorias: desafios enfrentados na execução da Estratégia Nacional do Poder Judiciário. O evento contará com a participação do corregedor-geral da Justiça do Estado de Goiás, desembargador Nicomedes Domingos Borges, e dos juízes auxiliares da CGJGO, Camila Nina Erbetta Nascimento e Ricardo Dourado. 

Voltado exclusivamente para corregedores, juízes auxiliares e servidores do Poder Judiciário que atuam nas Corregedorias de todo o País, os participantes debaterão soluções voltadas à agilidade e qualidade da prestação jurisdicional a partir de ações de referência implementadas por esses órgãos censores.

A abertura da solenidade, às 14 horas, será feita pelos ministros Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ); Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ); Maria Thereza de Assis Moura, corregedora nacional de Justiça; Aloysio Corrêa da Veiga, corregedor-geral da Justiça do Trabalho, e Péricles Aurélio Lima de Queiroz, corregedor da Justiça Militar da União.

Nesta segunda-feira, 21, primeiro dia de atividades, serão expostos três painéis com os seguintes temas: A qualidade da jurisdição no pós pandemia, Como as corregedorias podem contribuir para a agilidade na prestação jurisdicional, e Resultado das Metas e Diretrizes Nacionais de 2021: primeiro período de apuração.

No segundo dia, terça-feira, 22, serão discutidas as proposições iniciais da Corregedoria Nacional que foram elaboradas com base em achados recorrentes de inspeções e de procedimentos disciplinares, visando estabelecer a Estratégia Nacional das Corregedorias para 2022.

Grupos de trabalho

Para dar sequência ao desenvolvimento prático das proposições apresentadas, serão instituídos grupos de trabalho para aprofundamento das discussões nos encontros promovidos pela Corregedoria Nacional.

A conclusão dos trabalhos será apreciada pelas Corregedorias durante o XV Encontro Nacional do Poder Judiciário, cuja realização está prevista para novembro de 2021. (Texto: Myrelle Motta – Diretora de Comunicação Social da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de Goiás/Foto: Acaray Martins - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Fale conosco sobre esta página