Sob a coordenação da juíza auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), Lídia de Assis e Souza, os novos membros do Comitê Gestor Local da Primeira Infância, criado para promover no âmbito da Poder Judiciário goiano a Política Judiciária Nacional para a Primeira Infância, instituída pela Resolução nº470/2022 do Conselho Nacional da Justiça (CNJ), reuniram-se pela primeira vez na manhã desta terça-feira (02), na sala de reunião dos juízes auxiliares da Presidência, para a criação de um plano de ação para desenvolver a referida política no Estado de Goiás.

Estavam presentes o juiz auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ), Gustavo Assis Garcia; o juiz federal da 11ª Vara de Goiânia, Paulo Augusto Moreira Lima; o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE-GO), Edson José Ferrari; as servidoras da Coordenadoria da Infância e Juventude Carla de Paiva Rodrigues, Valeria Nascimento Faleiro e Fabíola Aurélio Costa; e a secretária-executiva da Coordenadoria Estadual da Mulher em situação e Violência Doméstica e Familiar, Lucelma Messias de Jesus. Participaram, virtualmente, a coordenadora adjunta da Infância e Juventude e titular do Juizado da comarca de Luziânia, juíza Célia Regina Lara, e o coordenador do Núcleo de Justiça Restaurativa (Nucjur) do TJGO, juiz Decildo Ferreira Lopes. 


Na ocasião, foram discutidas ações diversas, considerando as peculiaridades de cada esfera jurisdicional para garantia da  implantação, desenvolvimento, difusão, monitoramento e avaliação da Política Judiciária Nacional para a Primeira Infância, conforme determina o artigo 13ª da Resolução 470/CNJ. Após a apresentação de um primeiro esboço do plano de ação traçado para Goiás, a juíza Lídia de Assis designou o próximo dia 12 de abril, às 10 horas, no mesmo local, para a realização de um novo encontro, oportunidade em que os membros do comitê apresentarão sugestões e comentários a respeito da minuta de plano apresentada e também definirão os próximos passos para a realização do trabalho. (Texto: Patrícia Papini/Fotos: Gusthavo Crispim – Comunicação Social TJGO)

  •    

    Ouvir notícia: